Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Muricy espera preencher logo o vazio deixado por Neymar no Santos

Brasília (DF)

Muricy Ramalho está preocupado com a ausência de Neymar no elenco do Santos. O técnico tem consciência de que a equipe ficará abalada sem o ídolo, vendido para o Barcelona, e precisará se recuperar da perda o mais depressa possível.

“Perdemos muito sem o Neymar. Além do prejuízo técnico, existe o emocional. Era um jogador muito querido aqui. Está indo embora não só um dos maiores do mundo, mas também um grande companheiro. Ele vai deixar um vazio muito grande. Teremos que nos recompor rapidamente em relação a isso”, declarou.

Para fazer o Santos se reerguer, a diretoria adiantou que pretende investir parte do dinheiro da venda de Neymar em contratações de jogadores renomados. O atacante Robinho, por exemplo, é um dos que sempre se tornam alvos de especulações para ser repatriado.

Ricardo Saibun/Santos FC
Bola para a frente: Muricy lamentou a perda de Neymar, mas quer preencher logo o vazio que ficou
Por enquanto, Muricy ainda sente mais a saída de Neymar do que tem esperanças de suprir o desfalque. “Vou contar para os meus netos que trabalhei com um dos melhores do mundo. O Neymar é um cara diferenciado também fora de campo. É humilde, trabalhador, e dá exemplo. Isso também conta muito”, destacou, saudosista.

“Revejo os gols que o Neymar fez aqui, como aqueles contra Flamengo e Atlético-MG, e penso em mostrar esses vídeos para os meus netos. Foram coisas meio que inacreditáveis, feitas com improviso. É difícil dar drible em cima de drible”, enalteceu.

Não é apenas Muricy, no Santos, que está triste com a transferência de Neymar para o Barcelona. “Ele vai nos fazer muito falta. Não dá para negar. Mas o Santos vai se reforçar, fazer contratações e dar a vida para tentar manter o nível”, pregou o goleiro Rafael.

Muricy e o seu arqueiro também desejaram sucesso para o amigo no futebol espanhol. “Passo a ser torcedor do Barcelona. Quero vê-lo jogando com aqueles craques”, sorriu o técnico. “Que coisa linda será. Neymar e Messi é uma dupla que dá muito jogo. Vai ser difícil ganhar deles. Fico feliz pelo Neymar, que nunca negou para a gente o sonho de jogar no Barcelona”, concluiu Rafael.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade