Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Ney critica árbitro, mas concorda que Ceni se adiantou em pênalti

Tossiro Neto São Paulo (SP)

A quinta cobrança do Corinthians na disputa de pênaltis gerou muita reclamação da parte do elenco do São Paulo, neste domingo, por ter sido feita duas vezes. Rogério Ceni defendeu a primeira, mas o árbitro viu avanço do goleiro. Alexandre Pato converteu a segunda e pôs o time alvinegro na final do Campeonato Paulista.

Imediatamente depois de o atacante balançar a rede, os comandados de Ney Franco foram para cima da arbitragem, que precisou ser escoltada por reforço policial até o vestiário, enquanto a torcida tricolor, maioria por conta do mando de campo, gritava "vergonha" nas arquibancadas.

O treinador, embora não tenha aprovado a atuação do árbitro Antônio Rogério Batista do Prado ao longo do empate por 0 a 0 no tempo regulamentar, discordou da reação dos atletas após a derrota por 4 a 3 nos pênaltis.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Arbitragem gerou revolta do time são-paulino
"Tive dúvida no pênalti defendido pelo Cássio (em chute de Luis Fabiano), achei que tivesse se adiantado. Mas não foi tanto como o Rogério. A imagem está aí, é clara. Acredito que o Corinthians poderia ter tido dois jogadores expulsos, mas, no pênalti, concordo em ter voltado. O Rogério se adiantou muito", disse Ney Franco.

"Mas não posso deixar de comentar alguns detalhes", ressalvou. "Acho que há árbitros mais qualificados para um jogo desse porte. Ele não estava preparado. Tanto eu como o Tite (técnico do Corinthians) reclamamos o tempo todo de algumas faltas. Acho que Romarinho e Emerson mereciam ter sido expulsos".

Outra queixa do treinador são-paulino foi quanto aos acréscimos do segundo tempo. Ele se preparava para colocar Maicon e Rodrigo Caio em campo, porém o árbitro não adicionou nenhum minuto e impediu que as substituições fossem feitas. "Ele não manifestou isso para ninguém", criticou, garantindo que teria protestado mesmo se a vaga tivesse ficado com sua equipe.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade