Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa Libertadores - ( - Atualizado )

Ney Franco admite Atlético-MG "infinitamente superior" em BH

Belo Horizonte (MG)

O São Paulo caiu nas oitavas de final da Libertadores, na noite desta quarta-feira, ao ser goleado por 4 a 1 pelo Atlético-MG. Uma derrota sem brecha para injustiças, na opinião de Ney Franco, que reconheceu ter visto em Belo Horizonte a pior atuação da equipe sob seu comando, em quase um ano de trabalho.

"O adversário foi superior nos dois jogos. Principalmente hoje (quarta-feira), foi infinitamente superior. A gente sabia da dificuldade do jogo e nós realmente jogamos abaixo. O Atlético foi muito bem, atropelou nossa equipe", reconheceu o treinador, uma semana depois do revés por 2 a 1 na partida de ida.

"Do período que estou no São Paulo, foi o pior jogo. O Atlético foi merecedor. Tem que ter personalidade para sair desse momento, com frieza. Foi um resultado atípico. Cometemos erros coletivos diante de uma equipe muito forte, que trabalha muito bem", continuou.

Mesmo elogiando o adversário, o treinador lembrou alguns detalhes que contribuíram com a desclassificação. Como a "infelicidade" da expulsão do zagueiro Lúcio - no primeiro jogo, quando o São Paulo ainda vencia - e os desfalques dos atacantes Osvaldo e Aloísio, nesta quarta-feira.

"Viemos com proposta de não deixar o Atlético jogar. Mas eles conseguiram passar por isso, deram pressão, e nossa equipe errou muito na saída de bola. A gente só foi ajustar nossa equipe no finalzinho do primeiro tempo", lamentou, por fim, o comandante, garantido no cargo.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade