Futebol/Campeonato Pernambucano - ( - Atualizado )

No Arruda, Santa recebe Sport para manter escrita recente do estado

Recife (PE)

Os torcedores pernambucanos terão mais um déjà vu neste domingo: pela terceira vez consecutiva, Santa Cruz e Sport decidirão o título de melhor time do estado. Certamente lotado, o Arruda abrirá a final do Estadual, marcado pela supremacia dos três maiores clubes do Recife.

Após um empate sem gols com o Internacional, pela Copa do Brasil, a comissão técnica e os jogadores tricolores voltaram todas as suas atenções para o ‘Clássico das Multidões’. O técnico Marcelo Martelotte, que poderá conquistar o seu primeiro título de expressão, terá alguns problemas.

Os meias Natan e Jéfferson Maranhão, lesionados, são desfalques. Enquanto isto, o volante Luciano Sorriso, que sentiu dores musculares no último final de semana, deverá se recuperar a tempo e reforçar a equipe. “Se eu continuar evoluindo dessa forma, é provável que eu volte”, comentou o atleta.

Sobre o clássico da tarde deste domingo, Sorriso foi muito claro em seu objetivo. “Vamos em busca desse tricampeonato, que não conquistamos desde 1971”, determinou, referindo-se ao penta faturado entre os anos de 1969 e 1973. “Quero entrar pra história do clube”, acrescentou.

Do outro lado, tudo o que o Sport quer é acabar com a série de dois vice-campeonatos seguidos. A melhor campanha na fase de pontos corridos, que deu a vantagem de jogar o segundo jogo em casa, é apenas um dos trunfos rubro-negros para mais um clássico.

Respirando novos ares desde a chegada do técnico Sérgio Guedes, os leoninos querem levar uma vantagem à Ilha do Retiro. E, para isto, o time só terá uma baixa: o atacante Roger, que ainda se recupera de cirurgia em um dos dedos do pé.

Destaque ofensivo leonino, o lateral-direito Cicinho deu a receita para que ele e os seus colegas triunfem na competição. “Os títulos vêm para coroar um trabalho bem feito. E isso vai acontecer, desde que coloquemos em prática tudo aquilo que o Sérgio (Guedes) vem pedindo”.

No histórico de confrontos entre os dois times, o Sport tem inspiração. Em 2012, durante a fase de pontos corridos, o Leão da Ilha venceu o Santa, por 3 a 1, em pleno Arruda. No entanto, na final, os tricolores deram o troco: um triunfo por 3 a 2 na Ilha deu o título aos corais.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade