Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa Libertadores da América - ( )

No Centenário, Nacional tenta reverter vantagem do Real Garcilaso

Montevidéu (Uruguai)

Dentro de casa, o tradicional estádio Centenário, o Nacional tenta vencer o Real Garcilaso-PER nesta quinta-feira e garantir vaga nas quartas de final da Copa Libertadores da América. A partida está marcada para as 22h15 (de Brasília).

No primeiro jogo, a equipe peruana derrotou o adversário por 1 a 0. Por isso, o Nacional precisa vencer por dois gols de diferença para se classificar. Além disso, os anfitriões terão que esquecer a derrota por 3 a 0 para o arquirrival Peñarol, pelo Campeonato Uruguaio, sofrida na último final de semana.

Por tudo isso, o técnico Rodolfo Arruabarrena pediu que o Nacional atue em um nível mais alto do que aquele que mostrou nas últimas partidas. “O Real Garcilaso vai colocar duas linhas de quatro e jogar no nosso desespero, no contra-ataque. Eles conseguiram bons resultados como visitantes com Ramón Ferreira no ataque e outros jogadores vindo de trás. Esse é um problema nosso, não temos solidez defensiva, mas seremos obrigados a conquistá-la”, disse o treinador, que não relacionou Christian Núñez e Juan Albín para a partida, por opção técnica.

Do outro lado, o técnico do Real Garcilaso, Freddy García, não esconde a ansiedade com a chance de classificação para as quartas de final, logo na estreia da equipe no torneio. “Esta será a partida mais importante da história do clube. Viajamos com antecedência, para analisar tudo o que eles podem estar preparando”, disse o treinador, cujo discurso foi repetido pelos atletas. Uma derrota por um gol de diferença dá a vaga para a equipe peruana. A única exceção é uma possível vitória por 1 a 0 do Nacional, que leva a decisão para os pênaltis.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade