Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

No Verdão, Nobre se sente pai sem emprego que nega bicicleta a filho

São Paulo (SP)

A situação financeira do Palmeiras tem deixado Paulo Nobre frustrado. Com quase todo o orçamento desta temporada já utilizado no quinto mês do ano, o presidente lamenta por não conseguir oferecer o que gostaria de oferecer e se compara a um pai que não cumpre a promessa a um filho.

“O Palmeiras está com problemas financeiros. Um exemplo que dou é quando você promete para o seu filho uma bicicleta no Natal, perde o emprego no meio do ano e, no Natal, fala que não pode naquele ano. Hoje essa é a situação do Palmeiras”, disse o dirigente na gravação do programa “Show Business”, da TV Bandeirantes.

A falta de dinheiro é usada até como argumento para sua gestão continuar rompida com as torcidas organizadas. A cisão ocorreu depois que o elenco foi vítima de xícaras atiradas por membros da Mancha Alviverde contra o elenco em aeroporto de Buenos Aires, em março, logo após a derrota para o Tigre, na Argentina, pela Libertadores.

“Depois daquela confusão, eu disse que, até demonstrarem que são realmente organizados, não forneceria ingresso fora (do Brasil, de graça) e aqui em São Paulo eles teriam que entrar na fila normalmente para poder comprar. Não era uma grande vantagem, mas era alguma vantagem e tirei até para que eles passassem a se mexer também. E que esse tipo de comportamento que tiveram não voltasse a se repetir”, informou.

Mas, mesmo que houvesse uma trégua, o Verdão não poderia arcar mais com os mesmos ‘benefícios’. “Hoje, o Palmeiras não tem nem condições de ajudar financeiramente torcida organizada”, afirmou o dirigente. “Em outras épocas, em outras administrações, acredito que isso acontecia, mas também não vou fazer nenhuma crítica porque são momentos”, prosseguiu.

A ideia, contudo, é restabelecer a paz. “A minha intenção é ter um bom relacionamento com absolutamente todos. Uma vez que eles façam a parte deles, o Palmeiras jamais vai ser contrário ao seu torcedor”, prometeu Nobre.

Marcelo Ferrelli/Gazeta Press
Impedido por conta dos problemas financeiros do clube, o presidente lamenta não poder oferecer tudo o que gostaria

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade