Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Paulinho ouve pedidos para ficar e nega clima de despedida

Helder Júnior São Paulo (SP)

O volante Paulinho abriu um sorriso quando questionado se o empate por 1 a 1 com o Botafogo, neste sábado, havia sido o seu último jogo pelo Corinthians: “Muito ao contrário!”. Autor do gol corintiano no Pacaembu, o jogador desceu para o vestiário ovacionado pelo público que estava no tobogã do estádio municipal, com gritos de “fica, Paulinho”.

“Consegui marcar mais um gol. Foi legal, mas eu queria a vitória”, desconversou Paulinho, evitando se concentrar na resposta sobre a sua possível transferência para o futebol europeu. A Internazionale é a maior interessada na contratação, apesar de o jogador e o presidente Mário Gobbi negarem veementemente a existência de uma nova proposta do clube italiano.

Paulinho ficará ainda mais em evidência em junho, já que foi convocado pelo técnico Luiz Felipe Scolari para defender a Seleção Brasileira na Copa das Confederações. Por enquanto, porém, o volante ainda está focado nos anseios do Corinthians no Campeonato Brasileiro.

“Não digo que tropeçamos contra o Botafogo, mas poderíamos ter saído daqui com os três pontos. Agora é trabalhar, pois ainda temos muito pela frente. O Campeonato Brasileiro é o mais difícil do mundo”, declarou Paulinho, que – pelo menos publicamente – não se mostra disposto a enfrentar competições ‘mais fáceis’ no exterior.

Fernando Dantas/Gazeta Press
O cobiçado Paulinho voltou a se destacar pelo Corinthians, desta vez contra o Botafogo

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade