Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Paulinho se incomoda com boatos, e Gobbi acha pouco € 17 milhões

Helder Júnior São Paulo (SP)

O volante Paulinho era um dos jogadores do Corinthians mais aguardados na festa de premiação do Campeonato Paulista. Foi o último a chegar, acompanhado do meia Danilo, e só não se mostrou mais irritado com as especulações sobre uma possível transferência para o futebol europeu porque ainda comemorava o título estadual.

“Isso está me incomodando um pouco. Mesmo eu sabendo que é normal, até porque fomos eliminados da Libertadores e o Paulista acabou, é muita especulação”, lamentou Paulinho, que escutou incontáveis questionamentos sobre uma eventual saída do Corinthians. “Já disse que não tenho proposta. Nem sei mais o que falar.”

Minutos antes, o presidente Mário Gobbi havia feito o mesmo discurso. O mandatário negou qualquer interesse em negociar o jogador, de quem o Corinthians possui 50% dos direitos econômicos (a outra metade pertence ao Audax), e foi além: rechaçou uma hipotética oferta de € 17 milhões (mais de R$ 44 milhões) da italiana Internazionale pelo volante.

“Não me impressiono com números. Prefiro ter o jogador. Para mim, o Paulinho vale muito mais do que € 17 milhões. Se o valor for esse, é muito pouco pelo Paulinho, que vale bem mais do que isso”, enalteceu Gobbi. “Mas, até agora, não há proposta na mesa por ninguém do Corinthians. Se surgir, trataremos com muito carinho, pois respeitamos o Paulinho, decidindo por aquilo que for o melhor para o atleta e para o clube”, complementou.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Paulinho fez juras de amor ao Corinthians para garantir que não sonha em sair para a Europa
Pronto para disputar a Copa das Confederações pela Seleção Brasileira, Paulinho já achou que o melhor no início do ano era seguir no Corinthians. “Recusei uma oferta da Inter de Milão uma vez e não me arrependo em nada de ter feito isso. Não chegou nada de novo. E, se chegar, tomarei mais uma decisão”, avisou, tentando enfrentar os boatos com uma declaração de amor.

“Não é que eu adoro o Corinthians. Eu amo o Corinthians! Não estou pensando em Europa agora”, bradou o cobiçado Paulinho.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade