Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Período sem Jadson pode ameaçar parceria com Ganso no futuro

Tossiro Neto São Paulo (SP)

De antemão, Ney Franco sabe que será questionado após a pausa da Copa das Confederações sobre o esquema do São Paulo. Sem Jadson (convocado para a Seleção Brasileira) e também Paulo Henrique Ganso (lesionado) no momento, o treinador não viu outra opção a não ser retomar desenho tático com um só meia e três atacantes. Mesmo se der certo, isso contraditoriamente pode se tornar um problema lá na frente.

O time que enfrenta o Vasco, às 19h30 (de Brasília) desta quarta-feira, no Morumbi, terá dois recém-contratados. Roni fará a armação, e Silvinho completará o trio ofensivo com Osvaldo e Luis Fabiano. Quando Ganso voltar, antes da parada no calendário, substitui o primeiro. Assim, no retorno de Jadson, a formação 4-3-3 - ou 4-2-3-1, dependendo da disposição dos jogadores - renderá discussão.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Convocado para a Seleção Brasileira, Jadson volta somente depois da Copa das Confederações
Caso ela não esteja funcionando, a solução simples será compartilhada por todos: barrar Silvinho e recuperar a parceria entre Jadson e Ganso no meio-campo. Se o time estiver indo bem, no entanto, Ney Franco voltará a ter descontentes, seja na torcida ou no próprio elenco - antes de se firmar de vez como titular, Ganso externou insatisfação com o treinador por ter sido substituído e lembrou que atleta nenhum gosta da reserva.

A retomada dos três atacantes, esquema campeão da Sul-americana do ano passado, não necessariamente é o preferido do treinador, em especial quando não se tem alguém do potencial de Lucas no grupo. Trata-se de uma circunstância, a qual Silvinho, já bastante elogiado internamente, vai tentar aproveitar. Embora atue em lado oposto ao do ponta direita, Osvaldo promete ajudá-lo, do mesmo modo como foi auxiliado por Lucas ao chegar.

"O primeiro jogo que fizemos juntos foi contra a Ponte (Preta, vencido por 2 a 0, no domingo). Já temos oportunidade de novo diante do Vasco. A gente vai se conhecendo. Quando entrei na equipe titular, fui conhecendo o Lucas, a gente se entrosou muito rapidamente. Espero que ele possa evoluir também junto com o grupo", disse o atacante.

Além de Ponte e Vasco, Silvinho deve ter chance como titular diante de Atlético-MG, Goiás e Grêmio. Depois disso, a equipe só volta a campo em 7 de julho, contra o Santos, quando Ney Franco pode novamente ter que decidir entre Jadson ou Ganso.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade