Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Prefeitura instala comissão especial para avaliar laudos do Engenhão

Gazeta Press Rio de Janeiro (SP)

 

Por meio de decreto publicado na edição desta quarta-feira do Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro, o prefeito Eduardo Paes instalou uma comissão especial para analisar os laudos técnicos sobre a situação do Engenhão, que está interditado desde o dia 26 de março por causa de problemas na estrutura de sua cobertura.

A comissão será composta por três engenheiros (Carlos Dantas de Campo, Sebastião Arthur Lopes de Andrade e Nelson Szilard Galgoul), que deverão apresentar, até o próximo dia 31, o relatório final, em que deverão constar possíveis soluções e adequações para as falhas apontadas em estudos anteriores.

Por intermédio da RioUrbe (Empresa Municipal de Urbanização), a Prefeitura do Rio já havia contratado uma empresa brasileira, a NSG Engenharia, para analisar o laudo que detectou os problemas na cobertura, feito pela alemã RSB.

Divulgação/Botafogo F. R.
Engenhão deverá ter sua reabertura apenas no ano de 2014
O último jogo no Engenhão foi o empate entre Boavista e Flamengo, por 0 a 0, no dia 23 de março, pela segunda rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. O Botafogo esperava contar com o estádio para o Campeonato Brasileiro, que começa no fim deste mês, mas diante do posicionamento da Prefeitura, o clube já trabalha com a possibilidade de que a reabertura aconteça somente em 2014.

Confira a íntegra do decreto publicado nesta quarta-feira:

“DECRETA Art. 1º. Fica instituída Comissão Especial de Avaliação do Engenhão para analisar os laudos/estudos técnicos existentes sobre a atual situação do Estádio Olímpico João Havelange (Engenhão), com a atribuição de, no prazo de até quinze dias, apresentar proposta voltada para solucionar as irregularidades identificadas nas obras de construção do estádio e que resultaram em sua interdição. § 1º. A Comissão Especial de Avaliação do Engenhão será composta pelos seguintes membros: I – Eng. Carlos Dantas de Campos (SMO/SUBOP/CGP); II - Eng. Sebastiao Arthur Lopes de Andrade (PUC); e III - Eng. Nelson Szilard Galgoul. § 2º. Compete à Comissão Especial de Avaliação do Engenhão apreciar todos os laudos/estudos técnicos existentes sobre a atual situação do Estádio Olímpico João Havelange (Engenhão), de forma a verificar os procedimentos técnicos utilizados na condução dos referidos trabalhos e, especialmente, sua pertinência para implementação das medidas necessárias a solucionar as irregularidades identificadas na obra de construção do estádio. Art. 2º. Ao final dos trabalhos, a Comissão Especial de Avaliação do Engenhão elaborará relatório a ser submetido ao Prefeito, apontando as possíveis soluções para os problemas existentes, bem como as falhas eventualmente encontradas nos laudos/estudos técnicos, e as adequações que entender pertinentes. Art. 3º. Fica estipulado o prazo de quinze dias para entrega do Relatório Final. Art. 4º. Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Rio de Janeiro, 14 de maio de 2013; 449º ano da fundação da Cidade".

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade