Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Libertadores - ( - Atualizado )

Santa Fe domina Garcilaso, vence bem e se aproxima de vaga nas semis

Cuzco (Peru)

Surpresas desta Libertadores, Real Garcilaso e Santa Fe abriram os confrontos das quartas de final da competição nesta quarta-feira. Fora de casa, a equipe colombiana mostrou superioridade, aproveitou os erros da zaga adversária e deu um grande passo para garantir a classificação. Com gols de Cuero, Medina e Meza, os visitantes venceram por 3 a 1, no Estádio Garcilaso de La Vega. Os peruanos, que precisam vencer por três gols de diferença no jogo da volta, descontaram com Ramúa, após um belo chute de fora da área.

Na primeira fase, as duas equipes caíram no Grupo 6 e se enfrentaram em duas ocasiões. Logo na abertura, Real Garcilaso e Santa Fe empataram na Peru, enquanto a equipe colombiana fez a lição de casa em seus domínios, no fechamento da fase de grupos, garantindo o primeiro lugar.

Mesmo em um contexto diferente, o Santa Fe voltou a ser superior ao Real Garcilaso nesta quarta-feira. A equipe da Colômbia não se importou com o estádio adversário e já liquidou o jogo de ida logo no primeiro tempo, abrindo boa vantagem para decidir o confronto em casa.

AFP
O time colombiano pode perder por um gol de diferença no jogo da volta em seus domínios
O jogo- Logo nos minutos iniciais, a partida já estava movimentada e o Real Garcilaso tentou aproveitar o fato de ser mandante para abrir vantagem, mas não teve sucesso. O meia Montes arriscou um chute cruzado de fora da área, o goleiro Vargas não alcançou, mas a bola bateu no pé da trave e saiu pela linha de fundo.

Pelo outro lado, os colombianos não demoraram a mostrar o motivo pelo qual fazem uma boa campanha nesta Libertadores. Logo na primeira descida ao ataque, aos 20 minutos, García avançou pela esquerda, cruzou rasteiro para a área, o atacante Meza mostrou oportunismo, se antecipou à zaga adversária e completou para o fundo das redes.

AFP
Cuero fez o terceiro do Santa Fe e deixou a equipe colombiana em boas condições.
O Real Garcilaso sentiu a desvantagem e, após um erro do setor defensivo, sofreu o segundo gol. Dois minutos mais tarde, Cuero aproveitou o toque errado da zaga, invadiu a área e tocou de calcanhar para Medina. O camisa 10 do Santa Fe ajeitou para o pé esquerdo e deu uma “cavadinha” na saída do goleiro Carranza. Era o segundo dos colombianos.

Aos 22 minutos, o Real Garcilaso teve a chance de descontar após um lance polêmica. Ramos aproveitou a bola na área e emendou de bicicleta em direção ao gol. A bola, no entanto, bateu na mão de Anchico, o árbitro marcou o pênalti e amarelou o jogador. O próprio Ramos foi para a cobrança e isolou por cima do gol.

Na volta para o segundo tempo, a zaga do Real Garcilaso voltou a falhar e permitiu o terceiro gol dos visitantes. Aos oito minutos da etapa complementar, o Santa Fe chegou com liberdade ao ataque, Bogado tentou cortar o lance, mas acabou errando, e a bola sobrou para Cuero. O atacante ficou com o gol livre, até mesmo sem o goleiro, e marcou o terceiro.

Em situação bastante complicada, o Real Garcilaso ainda conseguiu descontar na segunda etapa. Aos 19 minutos, Ramúa carregou a bola na intermediária com liberdade, teve espaço para chutar e mandou para o gol. A bola ganhou velocidade e acertou o ângulo esquerdo de Vargas, que se esticou, mas não conseguiu fazer a defesa.

Já no final do jogo, o Santa Fe conseguiu fazer o quarto, com Borja, mas a arbitragem invalidou o lance, marcando o impedimento. O gol não fez falta, pois o resultado deixou o time colombiano muito perto das semifinais da Libertadores.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade