Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Libertadores - ( - Atualizado )

Santa Fé vence Garcilaso, avança às semifinais e pode encarar o Flu

Bogotá (Colômbia)

Após o bom resultado no primeiro jogo, o Santa Fé estava muito perto da classificação inédita às semifinais da Libertadores. Com o apoio de sua torcida, que lotou o Estádio El Campín, em Bogotá, a equipe colombiano poderia até perder por um gol de diferença para o Real Garcilaso, mas novamente derrotou o time peruano. Com gols de Cuero e Valencia, os anfitriões venceram por 2 a 0, garantindo a vaga na próxima fase.

De acordo com o chaveamento da competição continental, o Santa Fé espera o vencedor do duelo entre Olímpia e Fluminense, que decidem e vaga nesta quarta-feira, em Assunção, após o empate sem gols no Rio de Janeiro.

Em caso de classificação do Tricolor das Laranjeiras e do Atlético-MG, no entanto, o regulamento da Conmebol não permite uma final entre esquipes do mesmo país, o que faria com que o time colombiano enfrentasse o ganhador de Boca Juniors e Newell’s Old Boys.

AFP
Logo no início de jogo, Cuero acertou um belo chute e colocou o Santa Fé na frente.
O jogo – Antes do apito inicial, a situação do Santa Fé era tranquila. A equipe havia ganhado o primeiro jogo por 3 a 1, fora de casa, e precisava de pouco, em seus domínios, para avançar às semifinais da Libertadores pela primeira vez na história. O fato, no entanto, não fez com que os jogadores se acomodassem em campo.

Desde os primeiros minutos, os jogadores da equipe colombiana pressionaram os visitantes e não demoraram a movimentar o marcador. Aos sete minutos, Cuero arriscou da intermediária, surpreendeu Carranza, que estava adiantado, e fez um golaço no Estádio El Campín, em Bogotá.

AFP
Com domínio absoluto sobre o adversário, o Santa Fé confirmou a vaga nas semifinais.
A vantagem deu ainda mais tranquilidade ao Santa Fé, que quase ampliou o marcador três minutos mais tarde, quando Pérez deu lindo passe para Medina no campo de ataque. O destaque do time colombiano nesta Libertadores finalizou de primeira e carimbou a trave do goleiro peruano.

Desta forma, a equipe de Bogotá soube administrar o resultado e levou a vantagem de um gol até o final do primeiro tempo. O Garcilaso, por sua vez, que precisava balançar as redes três vezes, pouco conseguiu fazer antes do intervalo.

Na volta do intervalo, o Real Garcilaso chegou a assustar em um lance isolado. Aos quatro minutos do segundo tempo, Ramos arriscou de longe e Vargas foi buscar. Em seguida, o Santa Fé respondeu e foi a vez de Carranza evitar o segundo gol dos colombianos.

O goleiro peruano, no entanto, não teve o mesmo sucesso pouco tempo depois. Aos 20 minutos, Medina fez mais uma boa jogada, limpou a defesa e a bola sobrou para Valencia. O atacante tocou no canto de Carranza e deu números finais ao jogo, selando a classificação colombiana para as semifinais.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade