Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Sem "menina dos olhos", corintianos têm pressa para absorver o baque

Marcos Guedes e Helder Júnior São Paulo (SP)

Xingar Carlos Amarilla não pode ser a única preocupação dos alvinegros nos próximos dias. Eliminada da Copa Libertadores, o Corinthians precisa se reajustar rapidamente porque decidirá o título do Campeonato Paulista no domingo, contra o Santos, na Vila Belmiro.

“É preciso absorver o baque emocional. Saímos da competição que é a menina dos olhos. Frustra, é natural que isso aconteça. Mas temos a oportunidade de montar o ciclo em quatro dias, jogando bem para ser melhor do que o Santos”, comentou o técnico Tite.

Um dos ajustes a ser feitos é o acerto nas finalizações. Contra o Boca Juniors, como havia ocorrido na primeira partida da decisão contra o Santos, o aproveitamento nas oportunidades criadas foi baixo, com uma chance claríssima desperdiçada por Alexandre Pato.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Alexandre Pato chegou a tirar Orión da jogada, mas não conseguiu concluir na direção do gol vazio
“É necessário que a gente tenha precisão na finalização. O Orión fez duas ou três grandes defesas, uma até com a perna. A gente precisava ter sido mais efetivo. Isso é uma necessidade nossa, sim”, disse Tite, que levará sua equipe com uma vantagem de 2 a 1 ao litoral.

Após a eliminação na Libertadores, o treinador teve seu trabalho mais uma vez elogiado pela diretoria do Corinthians. O presidente Mário Gobbi valorizou o seu técnico, chamou também o grupo de vencedor e disse esperar que toda a turma coloque mais uma conquista no currículo.

“Fica aqui o compromisso de seguirmos determinados. Temos a disputa de mais um título no domingo, sinal da força desse grupo, que sempre chega. Agora vamos pensar no título paulista, nosso 27º título. Vamos trabalhar intensamente em busca dele”, prometeu o dirigente.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade