Comercial Expediente Contato
Acompanhe o GE.net
Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Sem ser “puritano”, Tite aponta título estadual como desafio pessoal

Helder Júnior São Paulo (SP)

Campeão mundial, continental e nacional pelo Corinthians, Tite só não tem a conquista estadual em sua segunda passagem pelo clube do Parque São Jorge. O troféu do Campeonato Paulista, uma meta particular do técnico, poderá ser acrescentado à galeria com vitória sobre o Santos na decisão, disputada nos próximos dois domingos.

“Nós nos movemos por objetivos, pelo desejo de crescimento profissional. Já tenho títulos regionais no Rio Grande do Sul, mas não em São Paulo. Passou a ser um desafio meu”, reconheceu Tite, campeão gaúcho por Caxias (2000), Grêmio (2001) e Internacional (2009).

A sedução de Tite pelo Estadual, no entanto, não chega a ser exagerada. Questionado se trocaria essa conquista por um bicampeonato da Libertadores, ele não titubeou: “Ontem! Não sou puritano para dizer o contrário. Se eu não trocasse, deveria ir para um hospício. Queremos os dois títulos, mas a prioridade é a Libertadores, o objetivo maior do clube”.

A própria Libertadores alimentou a rivalidade entre Corinthians e Santos. No torneio continental vencido pelo time da capital, em 2012 (ano das comemorações do centenário do rival), os santistas foram superados nas semifinais.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Focado na Libertadores, Tite também está de olho na conquista de um título regional fora do Rio Grande do Sul
“A gente não se esquece das coisas boas e ruins”, disse Tite, ciente de que os jogadores do Santos tentarão dar o troco no Campeonato Paulista. “A Libertadores representou um momento extraordinário de alegria para a gente. Mas também me lembro da derrota que tive para eles na Vila Belmiro (na decisão do Estadual de 2011). Todos esses fatos fazem parte do clássico”, igualou.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade