Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Silas descarta sair do Náutico: “Não largo o osso”

Recife (PE)

Contratado pelo Náutico em abril deste ano após quase dois anos no futebol do Qatar, o treinador Silas passa por fase difícil no clube pernambucano. Derrotado em duas partidas no Campeonato Brasileiro e último colocado da competição, o time rubro-negro ainda não marcou gol no torneio nacional. Entretanto, o técnico afirmou que seguirá no comando da equipe.

“Não largo o osso. Eu vou lutar para que esse time tenha um padrão de jogo. A derrota dói, mas peço um pouco mais de paciência ao torcedor”, disse.

Nesta quarta-feira, atuando no Estádios dos Aflitos, o Náutico foi facilmente superado por 3 a 0 pelo Vitória. O principal destaque do confronto foi o atacante argentino Maxi Biancucchi, que anotou dois gols para a equipe rubro-negra. O meio-campista Edson Magal ainda completou o marcador e deu números finais ao embate.

“Tudo o que conversamos aconteceu o contrário. Repito que no momento de construção o ideal é ter o resultado para a semana não ficar tão pesada. Apostávamos na força dos Aflitos, no momento histórico do clube. Teoricamente, esse era um jogo que tínhamos que vencer”, explicou.

O próximo compromisso do Náutico no Campeonato Brasileiro será contra a Portuguesa, neste domingo, às 18h30 (de Brasília), novamente no Estádio dos Aflitos. Insatisfeito com o desempenho da equipe alvirrubra, o treinador adiantou que mudará algumas peças da equipe titular.

“Hoje (quarta-feira) faltou sangue nos olhos. Eu me refiro à agressividade, a disposição para querer ganhar o jogo. Agora, quem está acostumado com o futebol vai dar a cara pra bater”, encerrou o técnico Silas.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade