Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Campeonato Pernambucano - ( - Atualizado )

Sport precisa vencer para evitar título do Santa e forçar jogo extra

Recife (PE)

O título do Campeonato Pernambucano pode ser definido neste domingo, às 16 horas (de Brasília), na Ilha do Retiro. O Santa Cruz conquistará o título se vencer o Sport ou se houver empate. O regulamento prevê, em caso de vitória do Leão, a realização de uma nova partida, no fim de semana seguinte, com mando de campo a ser decidido pela Federação Pernambucana.

Os dois treinadores ainda têm dúvidas com relação à escalação, principalmente por causa de lesões. No Sport, o zagueiro Gabriel, que saiu do duelo contra o ABC reclamando de dores no joelho, é dúvida, mas deve jogar.

O Santa, que, ao contrário do rival, não jogou no meio da semana, pode entrar em campo desfalcado de seu principal nome, Dênis Marques. O zagueiro Rafael Fonseca, com uma lesão no tornozelo, e o meia Renatinho, que se queixou de cansaço muscular durante um treinamento, também não têm sua escalação confirmada.

A má atuação na derrota por 2 a 0 para o ABC, fora de casa, na última quarta-feira, não causará grandes reflexos na partida deste domingo, segundo jogadores de ambos os times.

“Vi o jogo pela televisão. Aquela bola não é a do Sport. Eles são um time mais aguerrido do que aquele que vi contra o ABC. Não sei se eles estavam pensando no jogo contra a gente. Mas o certo é que nós estamos com o pensamento neles, já que não jogamos no meio da semana”, afirmou o zagueiro do Santa, Everton Sena.

“Acho que a equipe vem fazendo bons jogos. Ontem (quarta-feira), foi atípico. O time foi apático, principalmente no segundo tempo. Todo mundo sabe disso. É esquecer o que fizemos ontem e focar no Pernambucano. O que fizemos de errado, vamos tentar consertar”, analisou o meia Felipe Azevedo.

Desde que voltou ao comando do Sport, no início deste ano, o técnico Sérgio Guedes não perdeu na Ilha do Retiro. Em cinco jogos, foram cinco vitórias. O treinador acredita que o apoio da torcida depende do empenho de seus comandados em campo.

“Primeiro, temos que fazer com que as coisas aconteçam para que o apoio possa ocorrer. O torcedor do Sport é diferenciado. Mas temos de nos mobilizar para que as coisas boas aconteçam. O ânimo tem que começar de dentro para fora. O elenco tem que contagiar o torcedor no próximo domingo. Se fizermos isso, o torcedor estará conosco”, disse Sérgio Guedes.

Marcelo Martelotte, comandante do Santa Cruz, tenta chegar à conquista de seu primeiro título como treinador. "Não conheço nenhum treinador, do mais experiente ao mais novo, que vá disputar uma decisão de campeonato e não pense em ser campeão. É claro que penso nisso e estou preparando meu time para buscar esse troféu".

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade