Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Vanderlei Luxemburgo defende saída de Neymar para o Barcelona

Caxias do Sul (RS)

Último treinador a deixar Neymar no banco de reservas, quando comandou o Santos durante a disputa do Campeonato Brasileiro de 2009, o técnico Vanderlei Luxemburgo comentou, neste domingo, após a partida entre Grêmio e Náutico, a transferência do craque para o Barcelona.

“Ele deu o timing certo no Brasil. Teve uma sequência de competições, ganhou a Libertadores, o Brasileiro. Em três anos jogando, tornou-se ídolo do Santos e do futebol brasileiro. É hora de buscar outro voo. Eu sempre defendi a permanência dele, mas agora o momento é de dar um upgrade, jogando, por exemplo, a final de uma Champions. Para a Copa do Mundo no Brasil, foi importante (a saída de Neymar)”, disse Luxemburgo.

O treinador também comentou o período em que teve a oportunidade de trabalhar com Neymar. Na época, Luxemburgo apelidou o jovem atacante, então com 17 anos, de “filé de borboleta”, por causa de sua magreza.

“Ele estava vindo de uma dificuldade, porque o lançaram precocemente e depois o tiraram do time. Fizemos ele ganhar três ou quatro quilos de massa. O pessoal me chamava de burro porque eu o deixava de fora”, declarou, garantindo que Neymar figurará entre os principais jogadores da Europa. “É um jogador fantástico, e não tenho dúvida de que será, no futuro bem próximo, o melhor jogador do mundo”.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade