Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Amistoso - ( - Atualizado )

Vasco goleia o Tupi-MG por 5 a 1 em amistoso repleto de testes

Gazeta Press Juiz de Fora (MG)

Em seu primeiro amistoso de preparação para o Campeonato Brasileiro o Vasco goleou o Tupi-MG por 5 a 1 na tarde deste sábado, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG). O jogo marcou a estreia de alguns reforços, como o meia Alisson, que estava no Cruzeiro e que desperdiçou um pênalti, e o atacante Edmilson, ex-Palmeiras, que inclusive fez um gol. Os demais tentos vascaínos foram anotados por Tenorio (2), Dakson e Renato Silva. Porém não deu para o técnico Paulo Autuori tirar muitas conclusões por conta da fragilidade do adversário, que teve seu gol de honra marcado por Cassiano.

Logo aos três minutos o Vasco mostrou que estava disposto a levar o amistoso a sério. Eder Luis puxou contra-ataque, acionou Tenorio, que chutou e forçou boa defesa do goleiro Douglas Borges. Porém, aos 12 minutos, o camisa 1 do Tupi nada pôde fazer para evitar que o Cruz-maltino abrisse o marcador. Após Fábio Lima cobrar falta rapidamente, Eder Luis deu passe de calcanhar para Tenorio, que chutou e viu a bola desviar na zaga para enganar o arqueiro e entrar.

Fábio Lima, jovem que veio do Atlético-GO para as categorias de base do Vasco, fez boa partida. Aos 15 minutos ele quase surpreendeu o goleiro rival em chute de fora da área que fez a bola raspar a trave esquerda. A promessa vascaína conseguia jogar facilmente com a fragilidade do adversário. E esse domínio do Cruz-maltino se refletiu no segundo gol aos 28 minutos. Dakson lançou Tenorio, que driblou o goleiro e tocou para o fundo da rede.

Marcelo Sadio/Divulgação/Vasco da Gama
O atacante Carlos Tenorio balançou a rede duas vezes no confronto contra o Tupi deste sábado
Fraco tecnicamente, o Tupi só conseguiu assustar aos quarenta minutos, em uma jogada individual de Núbio Flávio, que invadiu a área e chutou na rede pelo lado de fora. O Vasco respondeu seis minutos depois com o terceiro gol. Elsinho cruzou da direita e Dakson escorou sem chances para Douglas Borges.

Na volta para o segundo tempo Paulo Autuori trocou quase todo o time, mantendo apenas Elsinho e a dupla de zaga, Luan e Renato Silva. A falta de entrosamento animou o Tupi, que descontou aos 13 minutos. Cassiano se aproveitou de uma falha da defesa vascaína, se livrou da marcação do goleiro e empurrou para o fundo da rede.

Porém a alegria dos mineiros durou pouco e o Vasco ampliou aos 23 minutos. Elsinho cruzou da direita, Wendel ganhou disputa de cabeça com Silvio e a bola sobrou para o chute certeiro de Edmilson. Cinco minutos depois o Cruz-Maltino desperdiçou a oportunidade de fazer mais um. Yotun lançou Wendel, que foi derrubado por Adriano na área. Pênalti que o árbitro Renato Cardoso Conceição marcou corretamente, mas Alisson cobrou mal e o goleiro defendeu.

Apesar do pênalti perdido, o Vasco não ficou muito tempo lamentando e marcou o quinto gol aos 32 minutos. Fillipe Soutto cruzou da direita, a defesa falhou e a bola sobrou para Renato Silva tocar, de carrinho, para o fundo da rede.

Depois disso o Vasco tratou de administrar o resultado, tocando a bola e esperando o apito final do árbitro, que serviu de alívio para o frágil time do Tupi.

O Vasco estreia no Campeonato Brasileiro no dia 26 de maio, um domingo, enfrentando a Portuguesa às 18h30 (de Brasília), em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ). Já o Tupi vai estrear na Série D do Campeonato Brasileiro no dia 2 de junho, no Espírito Santo, medindo forças com o Aracruz-ES.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade