Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Atletismo/Troféu Brasil - ( - Atualizado )

Keila Costa ganha ouro e quebra recorde brasileiro no salto triplo

São Paulo (SP)

No segundo dia de competições do Troféu Brasil/Caixa de Atletismo 2013, Keila Costa teve o melhor desempenho individual do torneio. Na tarde desta sexta-feira, a atleta pernambucana venceu a prova do salto triplo, com a marca de 14,58 m, obtida na sexta e última tentativa, e bateu o seu próprio recorde brasileiro, que era de 14,57 m, marca cravada no Sul-americano de 2007, competição disputada também no estádio Ícaro de Mello, no Ibirapuera, em São Paulo.

No salto anterior, Keila havia batido o seu recorde do torneio (14,18 m), marcando 14,26 m. Com o resultado desta sexta-feira, Keila Costa, de 30 anos de idade, superou o índice de qualificação para o Mundial de Moscou: 14,20 m.

“Esta é a melhor temporada de minha vida. Estou novamente em grande fase técnica, mas estou mais preparada fisicamente e com mais força mental”, disse Keila Costa.

A saltadora de Pernambuco elogiou o trabalho do treinador Neilton Moura, que, segundo ela, é um dos responsáveis por sua boa forma. Keila lembrou que sua primeira grande conquista foi no salto triplo: uma medalha de bronze no Mundial de Juvenis de Kingston (JAM), em 2002. Na categoria principal, ela ganhou o bronze no Mundial Indoor de Doha, em 2010, no salto em distância.

“Não estou dividida, o salto em distância me ajuda no triplo, que é a minha melhor prova. Desde 2007 e 2008 que não me sentia tão bem. Na época, saltei 14,57 m no triplo e 6,88 m no salto em distância. Amanhã (8) farei a qualificação do salto em distância e espero estar na final de domingo. Espero fazer o índice de 6,65 m e disputar também o salto em distância no Mundial", completou Keila Costa, que agora tem a quinta melhor marca do mundo.

Na prova dos 400 m, o vencedor foi o gaúcho Anderson Henriques (Procempa/Sogipa), que está qualificado para o Mundial Mundial. Ele completou a distância em 45s64, conquistando o seu segundo título da competição.

A prata ficou com Pedro Luiz Burmann, companheiro de clube de Anderson Henriques, que completou a prova em 45s69.

Saí bem forte e vencer o Troféu Brasil sempre é muito bom. Agora é analisar as parciais da prova e ver o que precisa ser melhorado. Estou muito feliz com o tempo e espero ser mais rápido”, frisou Anderson, de 21 anos de idade.

Pedro Burmann também gostou de seu desempenho. “Corri bem. Foi um dos melhores resultados da minha vida”, disse o atleta, que juntamente com Anderson, se classificou para o Sul-americano da Colômbia, em julho.

Nos 400m feminino, Joelma das Neves Sousa (BM&FBovespa) ficou no lugar mais alto do pódio. A velocista de 28 anos marcou 52s32.

“Valeu ter paciência e esperar por esse momento. Vencer este torneio meu deu um sentimento muito gostoso, como se ganhasse uma competição especial internacional”, declarou a maranhanse.

A piauiense Cristiane dos Santos Silva (RAC) fechou com a prata (53s05) e a paraibana Jailma Sales de Lima (BM&FBovespa) ficou com a medalha de bronze (53s15).

Divulgação/CBAt
Keila Costa teve um excelente desempenho nesta sexta e subiu ao lugar mais alto do pódio. Foto: Carol Coelho

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade