Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Após visita, time da 2ª divisão dos EUA quer Kaká em 2015: “Bem provável"

Orlando (EUA)

Melhor jogador do mundo em 2007, mas sem espaço no Real Madrid, o brasileiro Kaká pode ser mais um grande atleta a se transferir para o emergente futebol dos Estados Unidos. Segundo informações do jornal espanhol As, o Orlando City, modesto time da segunda divisão norte-americana, pretende contratar o meia em 2015, ano em que se encerra o contrato do jogador com o Real Madrid.

De acordo com a publicação, o grande trunfo do time estadunidense é a relação de Kaká com os donos do Orlando City. Flavio Augusto da Silva, empresário e um dos proprietários do clube, é amigo pessoal do craque e já admitiu ter feito contatos com o brasileiro.

A condição básica para que o jogador vá ao Orlando City é que o clube esteja na Major League Soccer (primeira divisão) em até dois anos. Fundado em 2010, a nova equipe foi campeã da terceira divisão em 2011, e segue em busca do acesso à elite nacional - é a líder da segundona deste ano. Caso chegue a MLS, a contratação de Kaká, segundo o técnico do time, Adrian Heath, será questão de tempo.

“Se chegarmos à Major League Soccer em 2015, Kaká deve jogar conosco. É muito provável. Não precisa ser nenhum Einstein para saber que o contrato dele acaba no mesmo ano que pretendemos contratá-lo”, declarou.

Divulgação
Kaká com Phil Rawlins, um dos donos do Orlando City, em sua visita ao clube na última sexta-feira
De férias nos EUA, Kaká visitou as instalações do Orlando City na última sexta-feira e aumentou os rumores sobre um possível acordo daqui a dois anos. O negócio pode ser dificultado caso Carlo Ancelotti assuma, de fato, o Real Madrid. Treinador do brasileiro no Milan, o italiano é amigo pessoal do brasileiro e, certamente, o daria mais espaço na equipe merengue.

Recentemente, o Corinthians tentou contratá-lo, mas esbarrou no alto salário do atleta. De acordo com a imprensa espanhola, o clube alvinegro estaria tentando utiliza-lo como moeda de troca em uma possível saída de Paulinho para Madri.

Caso confirme sua ida para o futebol norte-americano, Kaká se juntará a outras estrelas do futebol mundial como Thierry Henry, Alessandro Nesta, Juninho Pernambucano e Marcos Senna.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade