Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Amistoso - ( - Atualizado )

Após impasse, Luiz Gustavo enaltece melhor desfecho possível

Luiz Ricardo Fini, enviado especial Rio de Janeiro (RJ)

O volante Luiz Gustavo esteve no meio de um impasse entre Bayern de Munique e Seleção Brasileira na semana passada. Porém, depois da briga da CBF para conseguir a liberação do jogador do clube alemão, o meio-campista demonstrou ter ficado aliviado com o desfecho do imbróglio.

“Eu saí de lá bem tranquilo, porque o erro foi da Federação Alemã. As outras duas partes não tiveram culpa e isso não teve influência em nada, porque saiu tudo como devia. Conseguimos o título lá e eu pude sair jogando aqui. Melhor era impossível de acontecer”, afirmou.

O Bayern pretendia utilizar Luiz Gustavo e também o zagueiro Dante na final da Copa da Alemanha, que estava agendada para sábado. Porém, a comissão técnica do Brasil exigia a presença da dupla no mesmo dia na concentração no Rio de Janeiro.

Como a CBF tinha o respaldo do regulamento da Fifa, os alemães foram obrigados a liberá-los para a Seleção. Mesmo com os desfalques, o time de Munique venceu o Stuttgart e ficou com o título.

Além de ter comemorado à distância a conquista do terceiro troféu de sua equipe na temporada, Luiz Gustavo também teve a chance como titular da Seleção, sendo a principal surpresa na formação colocada em campo por Luiz Felipe Scolari no empate por 2 a 2 contra a Inglaterra.

“Eu vim me preparando ao longo da temporada em minha equipe para ter essa chance, e o professor já tinha me falado anteriormente que me daria uma oportunidade. Neste momento, não tem como se esconder e procurei fazer a coisa mais simples possível”, completou.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade