Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Após terceira derrota seguida, Ricardinho deixa o comando do Avaí

Florianopolis (SC)

Ricardinho chegou ao Avaí no início da temporada para assumir o cargo deixado por Sérgio Soares. O treinador melhorou a situação do Leão no Campeonato Catarinense, mas não conseguiu o título. Na Copa do Brasil, acabou eliminado pelo América-MG, e, nesta terça-feira, viu o mesmo time mineiro dar fim ao seu ciclo na equipe catarinense. Após mais uma derrota em casa, o treinador acabou deixando o clube.

“Já conversei com o presidente, com o Julio Rondinelli, com as pessoas que me contrataram. Eu estou há algum tempo no futebol e sei que por mais bom trabalho que você faça, que a equipe jogue bem, com produtividade, você precisa vencer. Quando não ganha, não adianta. Eu sei o meu lugar, sei os momentos do futebol, e como eu disse, esse é o momento de eu sair”, anunciou Ricardinho, em entrevista coletiva após a derrota.

O treinador esteve à frente do Avaí em 19 partidas, com oito vitórias, três empates e oito derrotas. Nesta Série B, a equipe catarinense vem de três reveses consecutivos, sendo dois em casa. Na rodada anterior, o Leão perdeu para o rival Joinville e, nesta terça-feira, viu o América-MG ganhar de virada na Ressacada.

Ciente da pressão por resultados, Ricardinho afirmou que tomou a decisão de deixar o clube e comunicou à diretoria logo após o apito final. Em tom de despedida, o treinador não deixou de agradecer a todos os profissionais com quem trabalhou na Ressacada.

“Queria agradecer aos torcedores, mesmo na derrota, a grande maioria apoiou. Queria agradecer aos jogadores, porque não tenho uma palavra a não ser obrigado, pelo empenho, dedicação, agradecer por ter sido feliz aqui e dizer que vocês ganharam um admirador de um clube. Queria agradecer a todos, mas infelizmente futebol é assim. E vida que segue, um até breve”, concluiu.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade