Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Atlético-MG trabalha em silêncio, mas contratações estão em pauta

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

Os resultados ruins no Campeonato Brasileiro, somados ao baixo rendimento de jogadores que saíram do banco de reservas, nas ocasiões em que a equipe precisou poupar atletas, fazem a diretoria do Atlético-MG pensar na contratação de reforços. A cúpula alvinegra trata o assunto com cautela, mas a chegada de alguns atletas não está descartada.

Questionado sobre o assunto, o técnico Cuca adotou um discurso cauteloso, mas revelou que já conversou com o presidente Alexandre Kalil e que deixou a situação nas mãos do dirigente. “Eu já conversei com o presidente sobre isso. Quem manda é ele. Ele faz como ele quiser”, disse.

Divulgação/Bruno Cantini/Atlético-MG
O presidente Kalil pensa em contratações durante esta pausa para a Copa das Confederações
O diretor de futebol, Eduardo Maluf, tentou se esquivar de perguntas sobre a chegada de reforços, e, assim como Cuca, deixou a responsabilidade para o presidente Kalil. “Não é minha função prometer e não poder cumprir. As contratações estão a cargo do presidente”, declarou.

Se a política de contratações é mantida em sigilo, o mesmo não se pode dizer sobre a saída de jogadores. Eduardo Maluf deixa claro que a ideia é manter todo o elenco na próxima janela de transferências. “Não vai sair ninguém. Estamos com um grupo pequeno, enxuto, e não deve sair ninguém nessa janela”, afirmou.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade