Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Bragantino vence São Caetano e se distancia da zona de rebaixamento

Bragança Paulista (SP)

O Bragantino cumpriu seu papel em casa para ficar mais tranquilo na Série B do Campeonato Brasileiro. Na noite deste sábado, a equipe do técnico Vagner Benazzi venceu o São Caetano por 1 a 0.

A partida marcou o reencontro do Braga com o técnico Marcelo Veiga, que dirige atualmente o Azulão. Apesar do perigo dos visitantes na primeira etapa, o time da casa foi quem definiu a vitória.

Léo Jaime marcou aos 30 minutos do segundo tempo para assegurar a vitória do Bragantino, que chegou aos sete pontos, na 11ª colocação da Série B. Já o São Caetano, que não contou com Rivaldo, lesionado, tem cinco, no 15º lugar.

As duas equipes voltam a campo na terça-feira, em rodada completa da Série B. O Bragantino vai à Ilha do Retiro para encarar o Sport, às 19h30 (de Brasília), enquanto o Azulão almeja a reação contra o Oeste, no mesmo horário, em Itápolis.

O jogo - O São Caetano não se intimidou por jogar fora de casa e criou mais chances no primeiro tempo, mas demorou até criar a primeira boa oportunidade. Aos 19 minutos, Danilo Bueno se livrou da marcação e arrematou, para fora, assustando o goleiro Rafael Defendi. Pouco depois, o arqueiro evitou um gol em finalização de Geovane, após passe de Jael.

Arte GE.Net
Sem conseguir ter regularidade para ameaçar na frente, o Azulão retomou o ímpeto nos minutos finais. Renato Ribeiro aproveitou cobrança de escanteio para cabecear, exigindo trabalho do goleiro. No lance seguinte, o árbitro não validou gol do time do ABC, alegando impedimento de Leandro Carvalho.

Do outro lado, Diego Macedo pediu pênalti, mas o árbitro considerou a jogada normal. Ainda no primeiro tempo, Fred ainda levou perigo em cobrança de falta, defendida pelo goleiro do Bragantino.

No intervalo, o técnico Marcelo Veiga tirou Pirão para a entrada de Dudu. Logo no início da etapa, a torcida anfitriã pediu pênalti em Lincom, mas o árbitro mandou seguir. O Azulão ainda teve a entrada de Danielzinho no lugar de Geovane, mas o Bragantino melhorou.

Desta forma, o time do técnico Vagner Benazzi inaugurou a contagem aos 30 minutos, quando Léo Jaime recebeu atrás da defesa, na meia-lua, e teve tranquilidade para tocar rasteiro no canto, superando o goleiro.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade