Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Bastidores - ( )

Brunoro vê negócio com o meia Mendieta em um “estágio melhor”

Itu (SP)

Preocupada com o setor de criação do Palmeiras, a diretoria do clube segue atrás de reforços para o restante da temporada. Destaque do Libertad na disputa da Libertadores, na qual o time paraguaio enfrentou o Verdão na fase de grupos, o meia Mendieta despertou o interesse da cúpula alviverde. Desta forma, na tentativa de concretizar a negociação, José Carlos Brunoro esteve no Paraguai e na última semana e voltou otimista.

“Conseguimos conversar bem lá no Paraguai, com o Libertad e com outras partes. A gente já está começando a ter essa negociação em um estágio melhor. Talvez não precisemos de investidor”, explicou o diretor-executivo do Palmeiras, comemorando a atual situação financeira que pode deixar o clube independente no negócio.

José Carlos Brunoro acredita que o aumento do número de sócio-torcedores e as novas investidas do departamento de marketing vêm ajudando a impulsionar o quadro financeiro alviverde, o que pode possibilitar futuras contratações. “Se essas coisas acontecem, nós não podemos ficar parados. Quem tem que ser reforçado é o time de futebol, que é o produto do Palmeiras”, esclareceu o diretor.

Questionado sobre a qualidade do atual elenco, Brunoro afirmou que o Verdão tem um elenco qualificado para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série B. Na derrota para o América-MG, no entanto, o time sentiu muitas dificuldades em criar boas oportunidades para furar o bloqueio do time mineiro, deixando evidente a falta de criação.

“Cada um tem uma opinião. Eu não posso dizer que os meus jogadores não são qualificados estaria contra o trabalho que fizemos. A torcida pode ter clareza que nos estamos trabalhando”, concluiu o diretor-executivo do Palmeiras, que pretende aumentar a concorrência por uma vaga na equipe titular.

Em relação à contratação, o meia Ronny acredita que será boa para o desempenho da equipe, mas não teme a disputa para estar entre os onze. “No Palmeiras é assim. Eu vou ter que trabalhar para conquistar meu espaço. Se vir, tomara que venha para ajudar, vai aumentar a briga pela posição”, afirmou o jogador.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade