Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Campeões da América recebem Furacão na possível despedida de Bernard

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O tempo para curtir a inédita conquista da Libertadores foi pouco. A ordem no Atlético-MG é deixar a competição mais importante das Américas de lado e passar a focar a disputa do Campeonato Brasileiro. Os campeões atleticanos voltam a entrar em ação nesta quarta-feira, às 19h30, para enfrentar o xará paranaense, no Independência.

Contra o Cruzeiro, na rodada passada, o time titular foi poupado, mas diante do Furacão o Galo terá força máxima. A única mudança na equipe deve ser por ordem tática. O lateral-esquerdo Júnior César mostrou serviço nos últimos jogos e deve ganhar a posição de Richarlyson. “É um assunto que vamos trabalhar. Vou escalar o time pelos treinamentos, mas há grande chance de acontecer isso”, disse Cuca.

Júnior César afirma que existe muito respeito nas disputas de posições dentro do elenco do Galo e considera Richarlyson como um grande amigo. “Mesmo quando eu perdi meu lugar no time, não questionei, continuei trabalhando. Há um respeito muito grande da minha parte com o Richarlyson, meu amigo”, comentou.

Bruno Cantini/CAM
Partida desta quarta-feira pode ser a última do jovemBernard com a camisa do Atlético-MG
A torcida atleticana que comparecer no Horto, poderá ver pela última vez a joia Bernard em ação. O meia-atacante, que vai completar 100 jogos com a camisa do Atlético-MG, sofre assédio do futebol europeu e deve acertar sua saída do Galo nos próximos dias. O próprio atleta já fala em tom de despedida do time alvinegro.

“Há uma possibilidade grande de ser o jogo de despedida. Não tem nada definido, mas há essa possibilidade, então, deixo na mão de Deus. Vou esperar o momento certo e quando tiver algo concluído todos vão ficar sabendo. Por enquanto, quero pensar neste jogo contra o Atlético-PR e ajudar o Galo a conquistar mais uma vitória”, disse.

A vitória sobre a Portuguesa tirou o Atlético-PR na zona de rebaixamento e deu um novo ânimo ao grupo, que na última semana já tinha conseguido buscar motivação na classificação para a próxima fase da Copa do Brasil. O desafio agora será encaixar uma sequência de resultados positivos, começando por derrubar o favoritismo do Galo, que joga em casa e tem um elenco superior.

Arte GE.Net
O técnico Vagner Mancini contará com o retorno do meia Everton, que cumpriu suspensão automática e foi substituído por Zezinho. Outra mudança no meio-campo é a saída de Paulo Baier, que será poupado para evitar um desgaste físico maior. Elias é o mais cotado para assumir a vaga. Outros dois setores têm disputas por posição. O volante João Paulo quer voltar ao time titular e está de olho no lugar de Juninho, enquanto no ataque Dellatorre começa a ganhar espaço e ameaça Éderson, que caiu de produção.

Apesar da dificuldade esperada em Minas, o zagueiro Luiz Alberto mostra confiança e sabe que o jogo por ser chave em uma mudança de rumos do Furacão na competição. “Espero conquistar a vitória para decolar neste Brasileiro. Ganhar de um campeão da Libertadores dá uma motivação muito grande para o decorrer da competição. Temos que pensar dessa forma. Tem que ir para jogar forte com eles, de igual para igual, e em busca da vitória”, concluiu.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG X ATLÉTICO-PR

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 31 de julho de 2013, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Arbitro: Paulo César Oliveira (SP)
Assistentes: Alberto Poletto Masseira (SP) e Vanderson Antônio Zanotti (ES)

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Réver, Leonardo Silva e Júnior César; Pierre, Leandro Donizete, Bernard e Ronaldinho; Tardelli e Jô
Técnico: Cuca

ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo, Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho; Bruno Silva, Juninho (João Paulo), Everton e Elias; Marcelo e Ederson (Dellatorre)
Técnico:
Vagner Mancini

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade