Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa das Confederações - ( )

Capitão, Thiago Silva avisa: ganhar da França não significa título

William Correia, enviado especial Porto Alegre (RS)

A primeira vitória sobre uma seleção campeã do mundo desde novembro de 2009, mesmo sendo um 3 a 0 diante da França, não pode empolgar ninguém. Essa é a ideia que Thiago Silva tenta colocar na cabeça de seus colegas. O capitão lembra que a Seleção busca títulos, e nada foi garantido com a atuação desse domingo.

“Temos que trabalhar com total humildade. Não é porque ganhamos da França que vamos ganhar a Copa das Confederações. É dar um passo de cada vez, respeitando todas as equipes que temos pela frente”, discursou o zagueiro, que teve o apoio de outros líderes do elenco em sua tentativa de impor pés no chão.

Mais experiente em Seleção do que o colega, Júlio César, com duas Copas do Mundo no currículo e falha na eliminação na última, não admite nem falar demais em tranquilidade pelo resultado em Porto Alegre. Ainda mais com a estreia em uma Copa das Confederações disputada no Brasil marcada para sábado, contra o Japão, em Brasília.

“No futebol, tudo é muito rápido. Sábado que vem já começa uma competição muito importante. Falar que a pressão acabou... Não seria o momento ideal para falar sobre pressão. Todo dia você tem que estar mostrando”, falou o goleiro, que viveu o favoritismo brasileiro não se confirmando nos dois últimos Mundiais.

Rafael Ribeiro/CBF
Capitão se esforça contra França: zagueiro não quer ninguém empolgado com vitória sobre time grande
Menos experiente, mas com perfil de liderança, David Luiz alerta que, até agora, o time só disputou amistosos com Luiz Felipe Scolari. “Claro que a vitória nos deu confiança, mas agora é para valer, é uma competição muito importante que queremos ganhar. E, apesar de gostar de jogar para a frente e fazer muitos gols, também devemos aprender a ganhar de 1 a 0, sofrendo. Nem sempre será uma grande vitória como contra a França.”

Até Thiago Silva, porém, destaca o resultado desse domingo como motivador. “Tivemos uma grande evolução e um grande trabalho dos jogadores de frente na marcação também. Isso faz com que tudo fique mais fácil. Se jogarmos da forma como estamos jogando, com certeza teremos sucesso”, apostou o capitão.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade