Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa das Confederações - ( )

Casillas exalta renascimento e pede título para fim de ciclo campeão

Fortaleza (CE)

Capitão e ídolo da Espanha e do Real Madrid, o goleiro Casillas teve altos e baixos na última temporada. Os problemas de relacionamento com o técnico José Mourinho fizeram com que ele amargasse o banco de reservas, ‘trauma’ que está sendo superado nesta Copa das Confederações.

Após reestrear pela seleção espanhola com uma vitória sobre o Uruguai, por 2 a 1, no último dia 16, Casillas teve que passar pelo rodízio feito por Vicente Del Bosque, vendo os colegas Pep Reina e Victor Valdés assumirem a meta nos jogos contra o Taiti e a Nigéria.

No entanto, Casillas esteve no time titular durante treinamento nesta terça, sendo confirmado para as semifinais da competição. Nesta quinta-feira, às 16 horas (de Brasília), ele comandará a Fúria ante a Itália, no Castelão, em Fortaleza.

“O goleiro precisa recuperar a confiança com partidas, com minutos jogados. Sempre que recebemos essa oportunidade e essa confiança, vamos nos encontrando de novo”, comemorou Casillas ao site oficial da Fifa. “É claro que, quando você fica sem jogar, tem que trabalhar, esperar e suportar”.

AFP
Casillas quer título da Copa das Confederações para Espanha encerrar ciclo com tudo (foto: Lluis Gene)
Já sobre o confronto desta quinta, Casillas mostrou-se pressionado, mas pronto. “Se a Espanha não chegar à final, os críticos dirão que não somos os mesmos de antes. Se ganhar, será apenas o habitual. É uma pressão que nós mesmos criamos nestes últimos anos”, explicou.

Admitindo um possível fim de ciclo espanhol na Copa do Mundo de 2014, também no Brasil, o capitão só quer uma coisa: o título inédito do “Festival dos Campeões”, como apelida a entidade máxima do futebol. “Estamos convictos em vencê-la, pois assim essa geração terá conquistado todos os títulos”.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade