Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa das Confederações - ( - Atualizado )

Contra o México, Seleção Brasileira repete escalação mais uma vez

Helder Júnior, enviado especial Fortaleza (CE)

O técnico Luiz Felipe Scolari encontrou aquela que considera a escalação ideal para a Seleção Brasileira. Contra o México, nesta quarta-feira, no Castelão, o gaúcho utilizará a mesma formação que venceu França e Japão por 3 a 0 nos dois últimos compromissos.

Nesta terça, véspera de disputar a segunda rodada da Copa das Confederações, Felipão não esperou nem uma pergunta acabar de ser feita para adiantar: “É o mesmo time que vai começar o jogo”.

Dessa forma, o Brasil terá a seguinte equipe diante do México: Júlio César; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar; Hulk, Fred e Neymar.

Apesar de satisfeito com os últimos resultados de sua escalação predileta, Felipão também fez uma ressalva. “Ganhamos dois jogos, jogando razoavelmente bem, e demos um pulo para melhorar no sentido tático, mas ainda falta alguma coisa para atingirmos um nível de total confiança”, disse.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Felipão prometeu orientar os seus titulares sobre os perigos oferecidos pela seleção mexicana
O treinador não está preocupado somente com a formação da Seleção Brasileira. Ele também já começou a projetar o modo como o seu colega José Manuel de la Torre armará o México para o jogo no Castelão.

“Vamos conversar bastante à noite, até porque já recebemos informações, fotos e slides para fazer a observação junto com os jogadores. Mas, desde já, digo que o estilo do México é bem diferente daquele do Japão. Se não trabalharmos a bola rapidamente, tenho certeza de que enfrentaremos muitas dificuldades”, advertiu Felipão.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade