Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Cuca admite atuação ruim do Galo e reclama de critérios do árbitro

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O Atlético-MG não conseguiu fazer um bom jogo contra o Santos nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, e acabou derrotado por 1 a 0, resultado que foi lamentado pelo técnico Cuca, que admitiu que o time deixou a desejar. Segundo ele, o gol do Peixe logo no começo do jogo atrapalhou as pretensões atleticanas, já que os mineiros só conseguiram apresentar um futebol razoável no segundo tempo.

“Com três minutos nós saímos atrás. Um chute de fora da área, com campo molhado, e acabou nos enganando e entrou. O Santos jogou melhor o primeiro tempo. No segundo, tivemos o domínio territorial do jogo, mas não tivemos a oportunidade de conclusão em gol. Foi um jogo mais trucando, o Santos se posicionou bem e acabamos perdendo um jogador expulso”, analisou.

O técnico atleticano reclamou da arbitragem na falta que gerou a expulsão do lateral Marcos Rocha, que segundo Cuca não teria existido. “Não houve a falta. Se tivesse havido, o mesmo tipo de falta houve no Luan dentro da área e seria pênalti. O critério não foi o ideal, mas fazer o que? Apenas questionar este critério que teve dois pesos e duas medidas”, disse.

Apesar das reclamações, Cuca reconheceu que o Galo não fez uma boa exibição. “Não fizemos um bom jogo. Não é desculpa, é realidade, mas um time muito mexido, sem oito praticamente. A defesa toda foi mexida. Não jogamos tão bem como vínhamos jogando e perdemos. Temos agora essa semana para dar uma recuperada boa e depois 12 dias para recuperar o bom futebol que a gente jogou neste semestre inteiro”, concluiu.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade