Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Decisivo, Alex celebra com os companheiros liderança do Coritiba

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes Curitiba (PR)

Com uma vitória heroica, conquistada com um golaço de Alex aos 42 minutos do segundo tempo, o Coritiba bateu o Fluminense no Couto Pereira e assumiu a liderança isolada do Campeonato Brasileiro 2013. O garoto de ouro coxa-branca, que balançou as redes pela 400ª vez em sua carreira, exaltou a importância do feito, principalmente por levar o time à ponta da classificação.

“O Fluminense tem um trabalho longo do Abel, campeão brasileiro, com jogadores de qualidade. Dessa forma, fazer o gol 400, no finalzinho do jogo e dar a vitória, é especial. Não fico pensando muito, mas o gol tem que ter uma valia. Dos 400, nem todos tiveram a mesma validade. O de hoje foi muito importante”, analisou o jogador, que agora pede pés no chão. “Ainda tem muito para melhorar. Tem que comemorar, porque não o é todo dia que se vence dessa forma, e focar no Náutico”, acrescentou.

Autor do primeiro gol, recebendo um passe açucarado de Alex, Robinho lembrou que o companheiro teve forte marcação, mas quando teve a chance de decidir, não perdoou. “Não estavam deixando o Alex jogar tanto, mas uma que ele pegou livre, fez o que fez”, disse o meia, que ainda aproveitou para desabafar contra quem não apostava no Alviverde. “Estava vendo alguns programas e só colocavam o Fluminense como líder. E está aí. Pela primeira vez nos prontos corridos o Coritiba está na liderança”, afirmou.

Com uma atuação apagada, o atacante Deivid justificou as apresentações ruins, explicando que está com dores e só deve ser tratado durante a Copa das Confederações, e agradeceu Alex pelos três pontos conquistados. “Não estou 100%, não treino, só jogo tomando infiltração. Estou esperando essa parada me recuperar. (Ainda bem que) ele faz a diferença, fez um belo gol e está de parabéns”, concluiu.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade