Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa das Confederações - ( - Atualizado )

Del Bosque nega clemência e elogia Taiti, mas confirma reservas

Bruno Ceccon e William Correia, enviados especiais Rio de Janeiro (RJ)

O técnico Vicente Del Bosque negou os pedidos de clemência do colega Eddy Etaeta antes do confronto com o Taiti e chegou a elogiar o representante da Oceania na Copa das Confederações, mas confirmou a presença de alguns reservas na equipe espanhola para o duelo desta quinta-feira, no Maracanã.

“É sempre difícil enfrentar os adversários teoricamente mais fracos. Por isso, é importante que a equipe entre com mentalidade e espírito competitivos. Vamos respeitar o Taiti como sempre respeitamos nossos adversários. Contra a Nigéria, não me pareceu um time tão frágil”, declarou.

Apesar de contar com apenas um jogador profissional no elenco – os demais conciliam o futebol com outras profissões -, o Taiti conseguiu marcar um gol em sua estreia na Copa das Confederações ao perder por 6 a 1 da Nigéria. A Espanha, por sua vez, bateu o respeitável Uruguai por 2 a 1.

Receoso com a possibilidade de tomar uma goleada histórica, o técnico Eddy Etaeta usou a imprensa para pedir clemência a Del Bosque, sem sucesso. “Não tenho porque pedir isso aos jogadores. Vamos demonstrar nosso respeito tentando ganhar”, afirmou o treinador espanhol.

Apesar de evitar qualquer declaração que possa ser interpretada como menosprezo ao representante da Oceania, Del Bosque pretende poupar alguns titulares diante do inexpressivo Taiti, a começar pelo goleiro Iker Casillas, que voltou de longo período de inatividade na estreia diante do Uruguai.

AFP
O técnico Del Bosque lembra os tempos de jogador e brinca com a bola em treino da Fúria (foto: Lluis Gene)
“Uma das mudanças será no gol”, disse Del Bosque, sem confirmar Pepe Reina ou Victor Valdés. “Todos os jogadores que estão aqui são excelentes e atuam como titulares nos seus times. É um momento oportuno para que entrem os que vêm jogando menos”, completou.

A geração atualmente comandada por Vicente Del Bosque é responsável pelos principais títulos do futebol espanhol, a Copa do Mundo-2010 e as duas últimas edições da Eurocopa-2008 e 2012. Para o técnico, escalar os jogadores que habitualmente são reservas é positivo para o ambiente do elenco.

“Queremos dar a todos a oportunidade de participar e se sentir útil. Isso melhora a relação entre o grupo. Se você perguntar aos 23 jogadores que estão aqui se eles querem jogar, todos dirão que sim. Por outro lado, quem enfrentou os times difíceis também quer pegar os teoricamente mais frágeis”, ponderou.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade