Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Eliminatórias Sul-americanas - ( - Atualizado )

Envergonhado, Mascherano pede desculpas por chutar motorista de maca

Quito (Equador)

Depois de receber atendimento médico aos 41 minutos do segundo tempo no empate por 1 a 1 entre Argentina e Equador, nesta terça-feira, em Quito, o volante Javier Mascherano acabou expulso após agredir o motorista que dirigia o veículo de maca. O atleta, entretanto, parece ter se arrependido da atitude.

“Normalmente, não me envolvo em polêmicas. Estou muito envergonhado pelo que fiz. Errei e preciso admitir. O carro estava muito rápido e eu quase cai no chão. Avisei, mas ninguém ligou para o que eu dizia e fui ignorado. Mas, enfim, isso não justifica minha reação. Isso me entristece. Espero que minha imagem e da seleção não fique arranhada”, disse.

A confusão começou quando Mascherano, já no fim da partida, deu dois chutes nas costas do motorista, que parou o veículo e olhou para trás. O árbitro paraguaio Enrique Cáceres acompanhou o conflito e expulsou o volante. Irritado, o meio-campista ainda causou nova confusão no banco de reservas antes de ir ao vestiário.

Nesta temporada, Mascherano defendeu o Barcelona em 41 partidas, recebeu dez cartões amarelos e um vermelho. Nas Eliminatórias Sul-americanas para Copa do Mundo de 2014, o atleta entrou em campo em 11 oportunidades, sendo todas como titular, e ainda não havia sido expulso.

Com o cartão vermelho recebido desta terça-feira, o volante cumprirá suspensão automática é desfalque certo para o embate com Paraguai, em 9 de setembro. A seleção comandada por Alejandro Sabella ocupa a primeira colocação na disputa por uma vaga no Mundial, com 26 pontos.

AFP
Atitude de Mascherano gerou confusão dentro de campo no Estádio Olímpico Atahualpa

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade