Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa das Confederações - ( - Atualizado )

Felipão cogita poupar os pendurados Daniel Alves e Thiago Silva

Helder Júnior, enviado especial Salvador (BA)

O técnico Luiz Felipe Scolari não confirmou a escalação da Seleção Brasileira para a partida contra a Itália, neste sábado, na Arena Fonte Nova – ao contrário do que havia feito nas duas primeiras rodadas da Copa das Confederações. Felipão cogita poupar dois jogadores do confronto que vale a liderança do grupo A.

Nesta sexta-feira, o treinador admitiu que pode substituir o lateral direito Daniel Alves e o zagueiro Thiago Silva por Jean e Dante contra os italianos, já que os titulares receberam cartões amarelos nas rodadas anteriores e correm o risco de ter de cumprir suspensão automática na semifinal. “Ainda não sei qual será o time. Vou estudar”, desconversou.

A hipótese de preservar Daniel Alves e Thiago Silva, no entanto, soa improvável. Ambos foram utilizados no início do primeiro e único treinamento que a Seleção Brasileira realizou em Salvador, no estádio de Pituaçu, nesta tarde. Depois, Felipão fez uma série de testes em sua equipe titular.

Djalma Vassão/Gazeta Press
O sorridente Thiago Silva cederá lugar a Dante caso Felipão resolva se precaver contra suspensões
Caso Daniel Alves fique fora do jogo deste fim de semana, a torcida baiana (que já se revoltou por não ter acesso ao treinamento em Pituaçu) certamente ficará frustrada. Muitos fãs estão eufóricos atrás do conterrâneo nas ruas de Salvador.

Por enquanto, a única mudança confirmada na formação do Brasil para o jogo com a Itália é a entrada do volante Hernanes no lugar de Paulinho, que lesionou o tornozelo esquerdo. “É uma alteração normal. O Hernanes tem características um pouco diferentes. Não entra tanto na área, mas vira mais o jogo, é brigão e se esforça muito. Não tenho dúvida alguma que ele manterá a mesma qualidade. Temos um grupo sem titulares absolutos”, discursou Felipão.

Era especulado que o técnico preservasse alguns titulares também por questões físicas. Ele descartou a possibilidade. “Quem mais está desgastado é o Oscar, por ter feito uma série de 70 e poucos jogos na temporada. Mas ele vem se comportando bem. Os jogadores cresceram de produção porque estão há 15 dias trabalhando com a gente, comendo bem, recuperando-se. Já não tenho a preocupação de preservar A, B ou C”, garantiu.

A escalação de Felipão para o último jogo da Seleção Brasileira na fase de grupos da Copa das Confederações, portanto, é a seguinte: Júlio César; Daniel Alves (Jean), Thiago Silva (Dante), David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Hernanes e Oscar; Hulk, Fred e Neymar.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade