Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa das Confederações - ( - Atualizado )

Felipão é fiel a Fred: "Ele só sairia se ficasse com uma perna só"

Helder Júnior, enviado especial Salvador (BA)

Luiz Felipe Scolari disse que os dois gols marcados por Fred neste sábado foram muito importantes tanto para ele quanto para o atacante. O técnico se colocou como um defensor do criticado camisa 9, que ainda não tinha feito gol na Copa das Confederações e viu Jô, seu reserva, fazer dois. Mas, contra a Itália, o jogador do Fluminense não seria substituído de jeito nenhum.

“Antes do jogo, eu disse ao Fred que ele jogaria até o final mesmo tropeçando na bola. Falei que iria substituí-lo apenas se ficasse só com uma perna”, indicou o treinador, apontando sua fidelidade a ponto de se posicionar como um escudo para as críticas ao seu centroavante.

“Vejo críticos dizendo que o Neymar é muito ruim, que outro não sei o quê e que sou cabeça-dura. E realmente sou, porque acredito em quem convoco. E o Fred tem me dado tudo aquilo que peço para quem atua naquela posição. Dei confiança para um jogador que não fez gol em dois jogos, mas fez em todos os outros”, lembrou.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Autor de dois gols contra a Itália, atacante Fred tem total confiança de Luiz Felipe Scolari na Seleção
Fred, que às vésperas da Copa das Confederações prometeu fazer gol em todos os jogos do torneio, admitiu seu incômodo com o jejum diante de Japão e México. E mostrou também irritação pelas contestações que ouviu após Jô sair do banco para fazer os gols que o camisa 9 tinha prometido. “Tomamos muita porrada. Recebi muitas críticas pesadas”, recordou Fred, também fiel a Scolari.

“O Felipão sempre depositou confiança em mim. Ele me falava: ‘calma, vai sair seu gol, você é decisivo’. Esse carinho todo foi fundamental para eu ter uma atuação hoje que considerei muito boa. Agradeço a ele e à comissão técnica, que sempre disse que tudo daria certo e eu deveria ficar tranquilo porque eu dava o meu máximo no dia a dia”, afirmou o atacante, que tinha se desentendido com o antecessor Mano Menezes.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade