Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa das Confederações - ( - Atualizado )

Felipão escala pendurados para provar que confia nos seus reservas

Salvador (BA)

Luiz Felipe Scolari decidiu escalar Daniel Alves e Thiago Silva contra a Itália mesmo sob o risco de não ter ambos na semifinal da Copa das Confederações, já que estavam pendurados com um cartão amarelo. E justificou sua decisão como uma prova de confiança em que se manteve no banco de reservas.

“Antes do jogo, falei para eles: vou colocar o Daniel e o Thiago mesmo com ambos tendo levado cartão porque, se precisarem, que levem outro cartão. Tenho substitutos muito bons”, comentou o técnico, que na vitória por 4 a 2 diante dos atuais vice-campeões europeus também viu David Luiz, Neymar e Luiz Gustavo serem advertidos.

Quem tem a confiança do treinador, mas não saiu do banco de reservas, é Jean, volante do Fluminense que foi convocado como lateral direito para suprir a ausência de Daniel Alves. Dante, que entraria no lugar de Thiago Silva, acabou sendo usado desde os 34 minutos do primeiro tempo porque David Luiz se machucou.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Luiz Felipe Scolari escalou os pendurados e não perdeu jogador por suspensão para semifinal
E o zagueiro do Bayern de Munique agradou. Apesar de ter derrubado Balotelli e Bonucci na grande área em lances nos quais o árbitro poderia ter marcado pênalti, o jogador abriu o placar aproveitando rebote de defesa de Buffon 12 minutos após entrar em campo.

“Quem joga no Bayern de Munique joga em muito mais fumaça do que teve hoje. Não posso dizer que o Dante é titular, mas, quando joga, mostra a desenvoltura de um grande jogador. Não me preocupa”, afirmou Felipão, deixando claro que considera o atual campeão da Liga dos Campeões como um ‘13º titular’.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade