Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Fisco espanhol investiga Mourinho e Pellegrini por sonegação

Madri (Espanha)

Depois de Lionel Messi, agora é a vez de José Mourinho e Manuel Pellegrini estarem na mira do governo espanhol, por terem supostamente sonegado uma quantia não revelada em impostos. A informação foi divulgada pelo presidente da Associação Espanhola de Imprensa Esportiva, Julián Redondo, em entrevista à rádio Onda Cero.

Segundo Redondo, as suspeitas sobre Mourinho tiveram início por conta do envolvimento do treinador com o empresário Jorge Mendes, já investigado pelo governo espanhol. Atualmente no Chelsea, o técnico treinou o Real Madrid nas últimas três temporadas. Já Pellegrini, contratado recentemente pelo Manchester City, trabalhou na Espanha por nove anos, treinando o próprio Real, Málaga e Villareal.

Há cerca de duas semanas, Lionel Messi já havia entrado na mira do fisco do país europeu justamente por ter recebido parte dos pagamentos do Barcelona em paraísos fiscais. O atacante e o pai dele, Jorge Messi, negaram as acusações. No entanto, na última segunda, o jornal La Vanguardia publicou que o atacante chegou há um acordo com o governo sobre o caso, pagando um total de 10 milhões de euros (R$ 29,5 milhões).

AFP
José Mourinho está sendo investigado por ter supostamente sonegado impostos nos últimos três anos

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade