Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Koff comemora aprovação do novo contrato da Arena do Grêmio

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

O presidente Fábio Koff deixou clara na tarde desta terça-feira toda a sua satisfação pelo fato de o Conselho Deliberativo do Grêmio ter aprovado por unanimidade o novo contrato de gestão da Arena com a construtora OAS. Contrariando frase dita por ele próprio em entrevista no começo do ano concedida ao jornal Zero Hora, Koff reiterou que o estádio é do Tricolor.

“Nos últimos meses nós vivemos momentos de tensão, o que natural em uma negociação onde os interesses não são totalmente convergentes. Mas foi essa falta de convergência que nos encaminhou para relação mais sólida, justa e solidária. A Arena é do Grêmio. A Arena, um sonho, uma realidade, um templo como poucos, é do Grêmio”, afirmou o presidente gremista.

Koff revelou que a aprovação do novo contrato pelo Conselho, ocorrida na noite desta segunda-feira, lhe causou tanta emoção quanto a conquista do título mundial obtido pelo Grêmio em 1983. A principal vantagem de curto prazo para o clube neste novo contrato é a redução do repasse anual para acomodar os sócios na Arena de R$ 43 milhões para R$ 12 milhões. Em contrapartida, o clube assumirá os riscos junto com a OAS caso a Arena dê prejuízos.

“Chegamos a um acordo que beneficia o sócio do Grêmio. A Arena passou a ser tua, associado. A partir de agora estaremos juntos, unidos, Grêmio, OAS e Arena Porto-Alegrense. Traremos para a Arena a alma que o Olímpico nos proporcionou em mais de 50 anos”, comemorou Koff.

Inaugurada em dezembro de 2012, a Arena do Grêmio tem capacidade para 57 mil torcedores, dos quais 51 mil sentados. Embora seja o único estádio brasileiro a seguir o cronograma da Fifa para a Copa das Confederações, o novo campo gremista não está sediando o torneio nem receberá jogos da Copa do Mundo de 2014, que terá o Beira-Rio como a sede em Porto Alegre.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade