Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Eliminatórias 2014 - ( )

Longe de vaga na Copa do Mundo, Paraguai perde terceiro treinador

Assunção (Paraguai)

A má campanha do Paraguai nas Eliminatórias Sul-americanas para Copa do Mundo de 2014 fez mais uma vítima. Após Gerardo Martino e Francisco Arce deixarem o comando da seleção, nesta segunda-feira foi a vez de o treinador Gerardo Pelusso renunciar ao cargo no banco de reservas.

Técnico do Paraguai desde julho do último ano, Pelusso pediu demissão após o revés por 2 a 1 diante do Chile, na última sexta-feira, em Assunção. O resultado marcou a oitava derrota da equipe nas Eliminatórias e dificultou ainda mais a tarefa de obter uma vaga na próxima edição da Copa do Mundo.

Antes de Pelusso, Gerardo Martino e Francisco Arce já haviam comandado o Paraguai na busca por um lugar na competição em território brasileiro. Treinador na Copa de 2010, na África do Sul, o argentino pediu demissão após ser vice-campeão da Copa América, em 2011, sucumbindo diante do Uruguai. Arce, ex-jogador de Palmeiras e Grêmio, foi contratado para substituí-lo, mas durou pouco no cargo.

Atualmente, os paraguaios ocupam a última colocação na tabela de classificação das Eliminatórias, com apenas oito pontos conquistados em 13 rodadas. A Venezuela, país que disputaria repescagem para o Mundial, é a quinta colocada, com 16 pontos. Argentina, Equador, Colômbia e Chile seriam as seleções com vaga direta.

O Paraguai marcou presença nas últimas quatro edições da Copa do Mundo. Em 1998, sucumbiu diante da dona de casa e futura campeã, França, nas oitavas de final. Em 2002, caiu novamente na primeira fase do mata-mata, enquanto em 2006 ficou na fase de grupos. Na África do Sul, novamente caiu diante da vencedora, Espanha, nas oitavas de final.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade