Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa das Confederações - ( - Atualizado )

Manifestantes cumprem promessa e voltam a protestar em Brasília

Helder Júnior, enviado especial Brasília (DF)

Conforme prometeram em protesto diante do Mané Garrincha na sexta-feira, manifestantes voltaram às proximidades do estádio para se fazer ouvir no dia seguinte. Um grupo de centenas de pessoas, revoltado principalmente com os gastos públicos para a realização da Copa do Mundo de 2014, ostentou faixas e cartazes para reclamar em Brasília.

A manifestação novamente foi acompanhada de perto por intenso policiamento, que tentou proteger os bloqueios de avenidas feitos nos acessos ao Mané Garrincha – sem obter tanto sucesso. Quando os manifestantes avançaram, o Batalhão de Choque fez um cordão de isolamento diante da arena de Brasília e avisou para profissionais de imprensa se afastarem, temendo perder o controle da situação. Os jovens retrucaram com pedidos de paz (oferecendo flores, inclusive) aos policiais.

Na sexta-feira, quando houve a prisão de cinco pessoas após a queima de uma barricada de pneus, representantes da Polícia Civil do Distrito Federal já haviam alertado que não tolerariam “baderna” no dia do jogo entre a Seleção Brasileira e o Japão, o primeiro da Copa das Confederações.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Intenso policiamento tentou proteger os bloqueios de avenidas feitos nos acessos ao Mané Garrincha
Para os manifestantes de Brasília, o governo deveria estar mais preocupado com problemas sociais do que com o torneio da Fifa. O protesto deste fim de semana voltou a apoiar o movimento que se iniciou em São Paulo contra o aumento de tarifas de transporte público e culminou em cobranças para melhor qualidade de vida, com prioridades à educação, à saúde e à habitação.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade