Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Amistoso - ( - Atualizado )

Maracanã tem ‘shows’ e ausência de mendigos em reinauguração

Luiz Ricardo Fini, enviado especial Rio de Janeiro (RJ)

Os arredores do estádio do Maracanã têm o ambiente de Copa do Mundo neste domingo. Na reinauguração do local, artistas de rua disputam espaço com os torcedores nos acessos ao Mário Filho, enquanto mendigos não circulam pela região.

A duas horas do início do amistoso entre Brasil e Inglaterra, a reportagem da GE.net observou o momento em que um policial solicitou, educadamente, que um morador de rua deixasse uma das vias em frente ao estádio. O mendigo juntou suas coisas e deixou o local sem criar qualquer problema.

Vendedores ambulantes também são raros e circulam com seus artigos nas mãos, como lenços do Brasil e balas. Já o comércio paralelo de camisas falsificadas e bandeiras não é visto próximo ao estádio.

Ao mesmo tempo, os arredores estão tomados por artistas de rua. Próximo à entrada dos torcedores ingleses, o Jacaré dos Patins faz sua apresentação dançando músicas internacionais usando as rodinhas nos pés, atraindo os flashes de câmeras fotográficas dos visitantes.

A poucos metros dali, dois homens uniformizados com os trajes da Seleção fazem embaixadinhas com bolas de tênis, bilhar e até golfe, além de utilizarem também nas ‘acrobacias’ maçãs, laranjas e outras frutas.

Já perto da estátua de Bellini, um rapaz que se diz sósia do ex-lateral esquerdo Roberto Carlos também atraiu as atenções dos torcedores. Ingleses e brasileiros convivem normalmente nas áreas de convivência e até uma hora antes do início havia poucas filas nos acessos ao estádio, com a partida marcada para as 16 horas (de Brasília).

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade