Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa das Confederações - ( - Atualizado )

"Mítico", Mineirão deixa taitianos abismados em reconhecimento

Tossiro Neto, enviado especial Belo Horizonte (MG)

Acostumados a públicos pequenos e gramados ruins em sua liga local, os jogadores do Taiti – apenas um deles não amador – ficaram admirados ao entrarem pela primeira vez no Mineirão, na tarde deste domingo. Será no estádio belo-horizontino a estreia da equipe na Copa das Confederações, contra a Nigéria, na segunda.

"Eu me senti muito orgulhoso de poder estar aqui, de poder pisar nesse estádio tão mítico, tão cheio de história", disse o atacante Marama Vahirua, de 33 anos, único profissional do time e que está emprestado ao Panthrakikos, da Grécia, após fazer carreira no futebol francês.

Reinaugurado em fevereiro, depois de mais de dois anos em reforma para abrigar o torneio e também a Copa do Mundo de 2014, o Mineirão já foi palco de grandes confrontos. Dentre eles, finais de Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro, Copa Libertadores e Mundial Interclubes (ou Taça Intercontinental), além de partidas da Seleção Brasileira.

"Falávamos disso no caminho. É um estádio muito grande, com muita história. É parte da história do Brasil. Tenho muito orgulho de poder estar aqui e fazer parte dessa história", reforçou Marama, pouco antes de, de chuteiras, efetivamente fazer o reconhecimento do gramado com seus companheiros – a imprensa só pôde acompanhar parte inicial da atividade.

AFP
Marama (ao centro) é o único jogador profissional dos convocados pelo técnico Eddy Etaeta para o torneio
O técnico e ex-jogador Eddy Etaeta se encantou da mesma forma com a imponência do estádio. "No nosso país, temos estádios com capacidade para 10 mil pessoas. Quando cheguei e vi isso aqui... Eu me senti um pouco abismado. Para nós, é algo extraordinário. Devemos jogar diante de até 20 mil torcedores. O gramado e o vestiário são de altíssima qualidade", elogiou.

Além do duelo entre Taiti e Nigéria, marcado para 16 horas (de Brasília) desta segunda-feira, o Mineirão receberá Japão x México e uma das semifinais da Copa das Confederações.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade