Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa das Confederações - ( - Atualizado )

“Não há feito maior do que vencer o Brasil no Maracanã”, diz Iniesta

Rio de Janeiro (RJ)

Bicampeã europeia (2008 e 2012) e campeã mundial (2010) nos últimos cinco anos, a Espanha se consolidou como principal potência do futebol na atualidade. Neste domingo, contra o Brasil, a equipe comandada por Vicente Del Bosque tem chance de obter outro troféu inédito e conquistar a Copa das Confederações. Empolgado, o meio-campista Andrés Iniesta celebrou a possibilidade.

“Não pode haver objetivo maior no mundo do futebol que ganhar do Brasil em sua casa, no Maracanã. Qualquer um gostaria de ter a oportunidade que teremos. Ganhando, conseguiríamos uma copa que não temos em nossa galeria de troféus e que seria muito especial por todas as condições. Não seremos melhores por ganhar ou perder, mas encerraríamos um ciclo depois de nossas três conquistas”, disse em entrevista ao jornal Marca.

Em fase de ascensão em sua carreira, Iniesta enfrentou a Seleção Brasileira em 2003, mas ainda nas categorias de base, em partida válida pela final da Copa do Mundo sub-20. Naquela ocasião, a equipe verde-amarela, contando com nomes como Nilmar, Daniel Carvalho e Dudu Cearense, triunfou por 1 a 0 e foi campeã. O lateral direito Daniel Alves, companheiro do meio-campista no Barcelona, também estava no grupo nacional.

AFP
Presente em quatro jogos na Copa das Confederações, Iniesta foi titular em três oportunidades

“Recordo com muita tristeza desta final. Aquela partida foi muito cruel”, relembrou. “Revanche? Não gosto desta palavra, o futebol sempre oferece mais oportunidades, mas aquilo que aconteceu não tem nada a ver com agora”, completou.

A decisão entre Brasil e Espanha será realizada neste domingo, às 19 horas (de Brasília), no Maracanã. No embate em território carioca, Andrés Iniesta encontrará o atacante Neymar, que se apresentará ao Barcelona após o término da competição entre seleções. O meio-campista, inclusive, enalteceu as qualidades do novo companheiro de elenco.

“É um jogador espetacular que nos ajudará a continuar conseguindo coisas no Barcelona. Seguirá crescendo muito como atleta e, na minha opinião, acredito que chega ao clube ideal para se desenvolver”, encerrou.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade