Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa do Mundo 2014 - ( - Atualizado )

"Neutro" no sábado, Kobe Bryant revela torcida para o Brasil na Copa

André Sender São Paulo (SP)

A Seleção Brasileira de futebol ganhou mais um torcedor para a Copa do Mundo de 2014: Kobe Bryant, um dos maiores nomes da história do basquete. O astro norte-americano, fã declarado de futebol, faz nesta semana sua primeira visita ao País e afirmou que espera ver a equipe comandada por Felipão levantar o título no Maracanã no próximo ano.

Kobe Bryant já declarou diversas vezes sua paixão pelo futebol e, mais especificamente, pelo estilo de jogo adotado por Ronaldinho Gaúcho. Segundo o ala, a imaginação e a criatividade para tentar novas jogadas é um ponto comum entre os dois jogadores, apesar das diferenças das modalidades.

"Quero ver o Brasil campeão, acho que tem jogadores talentosos, apesar de a Alemanha provavelmente também ter algo a dizer sobre isso. Mas torço para o Brasil ganhar em casa", afirmou o jogador do Los Angeles Lakers, durante a inauguração de uma loja de sua patrocinadora em São Paulo.

A paixão de Kobe Bryant pelo futebol vem de sua infância. Filho de um jogador de basquete profissional, ele foi criado na Itália e lá teve o primeiro contato com o esporte para poder brincar com as outras crianças de sua idade, já que a maioria dos meninos não demonstrava muita empolgação para jogar basquete.

O norte-americano tomou gosto pelo futebol, a ponto de considerá-lo  seu esporte favorito antes da adolescência, e constantemente cita a modalidade como inspiração para seu estilo de jogo em quadra.

Neste sábado, Kobe Bryant será um dos 48 mil torcedores que acompanharão na Arena Fonte Nova o duelo entre Brasil e Itália pela Copa das Confederações. Apesar da torcida declarada para a Seleção para 2014, o jogador dos Lakers afirmou que em Salvador será um espectador neutro.

"Brasil e Itália. Você está me colocando contra a parede com isso. Vou ser bem neutro e apenas dizer que sou um torcedor dos Estados Unidos", disse em meio a risos ao ser perguntado sobre qual time apoiaria no duelo deste sábado. "Estou animado para a partida. Parece que o Brasil está mudando seu estilo de jogar e quero ver isso de perto", completou.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade