Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa das Confederações - ( - Atualizado )

Neymar confessa admiração por craques da Espanha, mas sem temê-los

Helder Júnior, enviado especial Rio de Janeiro (RJ)

O atacante Neymar virou um dos maiores ídolos atuais do futebol nacional, mas ainda guarda também seu lado de fã. Prestes a disputar a decisão da Copa das Confederações, o jogador confessou a admiração que tem pelos principais jogadores da Espanha.

“Sempre fui um cara que admirei muitos jogadores, por causa de videogame, televisão... O Iker (Casillas) é um dos maiores goleiros do mundo atualmente e em todas as épocas. Tenho um respeito e admiração muito grandes. Ele é um grande goleiro, que todo o time gostaria de ter, mas domingo espero ter a honra de fazer um gol nele”, comentou.

A admiração pelo adversário não faz Neymar temer a partida no estádio do Maracanã. Maior esperança da equipe de Luiz Felipe Scolari, o atacante defende o estilo da Seleção Brasileira.

“Temos de jogar futebol, sem temer nada. Vamos enfrentar a melhor equipe do mundo hoje, com os melhores, mas temos grandes jogadores na Seleção Brasileira. O respeito e a admiração são grandes, mas o nosso futebol é bonito dentro de campo e confiamos muito um no outro para uma ótima partida no domingo”, declarou.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Neymar desejou sorte aos colegas do Barcelona, mas não na partida final contra o Brasil
Reforço do Barcelona para o segundo semestre, Neymar também duelará com colegas do clube catalão, com quem conversou antes do torneio entre seleções. Neste domingo, às 19 horas (de Brasília), a amizade será deixada de lado pelo atacante brasileiro.

“Será um prazer enorme reencontrar alguns companheiros, uma honra muito grande. Já desejei toda a sorte até essa partida. Agora, não. Espero que a gente faça uma bela partida para sair com o título”, acrescentou. Além de Casillas, o camisa 10 ainda citou outros atletas que atraem sua atenção.

“Admiro muitos jogadores, como Iniesta, Xavi, Pedro... Enfim, gosto de todos. Tem o Sergio Ramos também. São grandes jogadores, assim como admiro os que estão ao meu lado. É até estranho falar, mas sempre fui fã do Thiago Silva, do Fred, que vi fazer muitos gols quando era pequeno. Essa partida ficará guardada na minha cabeça para o resto da vida. Vou estar entre os jogadores que acompanho desde criança. É histórico”, encerrou.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade