Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa das Confederações - ( - Atualizado )

Neymar e Paulinho concorrem à Bola de Ouro da Copa das Confederações

Rio de Janeiro (RJ)

Detentor da marca de 100% de aproveitamento (quatro vitórias em quatro jogos) nesta edição da Copa das Confederações, o Brasil tem dois representantes na busca pelo prêmio da Bola de Ouro do torneio. Neste sábado, a Fifa (Federação Internacional de Futebol Associado) divulgou a lista de atletas que concorrem ao troféu e incluiu o atacante Neymar e o volante Paulinho. Ao todo, seis jogadores participam da disputa.

Autor de três gols em quatro partidas, Neymar se consolidou como principal destaque da equipe verde-amarela. Em grande fase na Seleção, o camisa 10 recebeu o prêmio de melhor jogador em todas as partidas da fase de grupo, contra Japão, México e Estados Unidos. Único atleta a conquistar o troféu nos três duelos, o atacante foi descrito pela Fifa como “uma das grandes sensações do futebol mundial”.

Paulinho, por sua vez, assumiu titularidade absoluta sob comando de Luiz Felipe Scolari, já anotou dois gols na Copa das Confederações e pode ser o primeiro volante a ganhar o prêmio. Atrapalhado por uma lesão no tornozelo esquerdo, o atleta desfalcou o Brasil contra a Itália, mas retornou ao time contra o Uruguai e marcou o gol que garantiu vaga na final da competição. Ao todo, são 270 minutos em campo no torneio.

Além dos brasileiros, outros quatro atletas disputam a Bola de Ouro. Também finalista, a Espanha tem o meio-campista Andrés Iniesta e o zagueiro Sergio Ramos como representantes. Em busca do terceiro lugar na Copa das Confederações, Itália e Uruguai contam com o volante Andrea Pirlo e o atacante Luis Suárez, respectivamente.

A final do torneio será neste domingo, às 19 horas (de Brasília), no Maracanã. O anúncio do melhor jogador da competição será feito logo após o término da partida. Tricampeão da Copa das Confederações, o Brasil já ganhou o prêmio em quatro oportunidades, com Denílson (1997), Ronaldinho (1999), Adriano (2005) e Kaká (2009). Os franceses Pires (2001) e Thierry Henry (2003) são os outros vencedores.

AFP
Artilheiro do Brasil na competição, Neymar é forte candidato ao prêmio concedido pela Fifa

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade