Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Amistoso - ( - Atualizado )

Neymar elogia início “maravilhoso” e admite queda no segundo tempo

Luiz Ricardo Fini, enviado especial Rio de Janeiro (RJ)

O atacante Neymar foi um dos jogadores mais participativos do Brasil no início do amistoso contra a Inglaterra, neste domingo, mas, assim como o restante da Seleção, não conseguiu manter o ritmo na etapa final. O jogador admitiu a queda no desempenho da equipe depois do intervalo, sem conseguir explicar os motivos da mudança de postura no empate por 2 a 2.

“Nós fizemos um primeiro tempo maravilhoso, com chances, movimentação e toques de bola, mas o rendimento caiu um pouquinho no segundo. Não sei por que ocorreu isso, pois nós tentamos manter, mas aconteceu”, afirmou.

Em menos de 30 minutos de jogo, Neymar esteve perto de balançar as redes por duas vezes. Na primeira delas, o atacante recebeu de Daniel Alves na área e contou com falha do zagueiro Johnson para sair de frente para o gol, mas Hart fez boa defesa. Instantes depois, o atacante limpou a marcação de Carrick na intermediária e buscou o ângulo com um chute colocado, fazendo a bola passar muito perto.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Neymar não entendeu o motivo da queda de rendimento do Brasil depois do intervalo neste domingo
No esquema armado por Felipão neste domingo, o ex-santista atuou boa parte do primeiro tempo centralizado, mas próximo do setor de criação, com Hulk e Oscar abertos em cada lado, e Fred mais na área. Mesmo um pouco fora de sua posição característica, o atacante alega que não encontrou dificuldades.

“Já joguei assim pela Seleção e pelo Santos. Por isso, eu me senti muito à vontade, com movimentação também para os dois lados”, explicou. Já no segundo tempo, Felipão mudou a estratégia, colocando o atacante mais aberto, sem ter o mesmo efeito da etapa inicial.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade