Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Copa das Confederações - ( )

Neymar nega maldade e deseja melhoras após tirar Abate do torneio

Helder Júnior, enviado especial Salvador (BA)

O lateral direito Abate deixou a Arena Fonte Nova com uma tipoia no braço direito, cabisbaixo, e evitando declarações à imprensa. A irritação era justificada: o jogador do Milan sofreu uma luxação no ombro após uma disputa de bola com o atacante Neymar na derrota por 4 a 2 da Itália para o Brasil, nesta quarta-feira.

“Não cheguei a encontrá-lo nos vestiários. Espero que não tenha sido nada grave, que ele se recupere o mais rapidamente possível. Tomara que já possa jogar a próxima partida”, declarou Neymar, com uma alegria muito contrastante com a tristeza de Abate. O astro do Barcelona marcou mais um gol na Copa das Confederações, desta vez em cobrança de falta.

Apesar do desejo de melhoras de Neymar, Abate já está fora do torneio. O técnico Cesare Prandelli confirmou que o atleta não irá se recuperar da contusão em menos de uma semana. “Mas não fui com maldade em momento algum”, negou o atacante brasileiro. “Foi uma dividida, e ele caiu de mau jeito”, explicou.

Acostumado a reclamar da truculência dos defensores adversários, Neymar provou que também sabe bater contra os italianos. A jogada com Abate, por exemplo, rendeu a ele um cartão amarelo. “Fiz algumas faltas, mas não é questão de bater. Acho que houve lances em que nem falta foi”, disse.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Eleito o melhor em campo de novo, Neymar mostrou aos italianos que também sabe bater
O atacante também já parece não se incomodar com a força dos defensores europeus. “A marcação é a mesma de sempre. Contra a Itália, não houve nada a mais nem a menos”, garantiu Neymar, que, se não se deu muito bem com Abate, conta com um bom companheiro na seleção italiana. “O Balotelli é um grande amigo. Desejei sorte a ele, mas hoje não deu. O Brasil foi melhor.”

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade