Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Para São Paulo, rescisão não facilita manutenção de Denilson

São Paulo (SP)

Ter acertado a rescisão de contrato com o Arsenal não significa necessariamente que Denilson está mais perto de continuar no São Paulo. Apesar de os dois lados garantirem publicamente esse interesse, a diretoria não acredita que a liberação do clube inglês facilite sua manutenção a partir do próximo mês.

"Em uma circunstância dessa, não há apenas três partes, como anteriormente. Pode ser que dificulte", disse o vice-presidente do clube, João Paulo de Jesus Lopes, antes da partida contra o Goiás, em que o atleta foi desfalque.

Com a posse total de seus direitos econômicos ao fim do mês, pode ser que Denilson procure situação financeira mais vantajosa para si. Seu representante, o advogado Alexandre Soares, disse à imprensa europeia, no início da semana, ter recebido sondagens de vários clubes do exterior.

"Em várias oportunidades, ele já declarou interesse em permanecer. A possibilidade existe, desde que consigamos equacionar a questão de ordem financeira. Todos sabem que temos nossos limites", opinou Jesus Lopes.

Enquanto a situação do camisa 15 segue indefinida, a de Casemiro, emprestado ao time B do Real Madrid, pende cada vez mais para uma venda em definitivo. O clube espanhol já sinalizou que pretende exercer o direito de compra no valor de seis milhões de euros fixado no empréstimo.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade