Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Paraná lamenta gol de bola parada e já pensa no Paysandu

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes Curitiba (PR)

O Paraná Clube conheceu sua primeira derrota na Série B do Campeonato Brasileiro 2013, por 1 a 0, diante do Oeste, em Itápolis, e jogou fora uma boa chance de se aproximar dos líderes da competição. O zagueiro Anderson acredita que o resultado foi injusto pela produção dos dois times e já começa a se preocupar com a maratona de jogos.

“Eles aproveitaram uma bola parada, em um lance que não foi nada. A equipe jogou de igual para igual. Criou pouco, mas foi consistente, teve mais posse de bola no segundo tempo. Agora temos uma viagem desgastante e terça-feira temos que vencer”, projetou o defensor, já prevendo mais dificuldade diante do Paysandu. “Tem que buscar o resultado. Jogar fora de casa na Série B é difícil. Foi uma pena perder. Mas não fomos agudos, isso precisa melhorar”, acrescentou.

O meia Fernando Gabriel também destacou que o gol nasceu em um lance isolado de bola parada e aproveitou para reclamar das condições do gramado do Estádio dos Amaros. “Levamos o gol em uma cobrança de falta, jogamos em um campo ruim, não dá para trocar passes. Mas é levantar a cabeça e buscar a vitória na terça-feira”, afirmou.

Embora a atuação paranista tenha sido bem abaixo da apresentada nas duas primeiras rodadas, o lateral Paulinho discorda que o Tricolor não tenha jogado bem, mas pede mais atenção. “O time não foi tão mal. Tomamos o gol em bola parada, é mérito dos caras. Não foi falta, mas o lateral cobrou bem. Tem que ter atenção, não pode dar mole. Agora, contra o Paysandu, tem que buscar os três pontos”, concluiu.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade